• Universidade Unopar Polo Ji-Paraná
  • Auto Escola Norte
  • Dr. Flavio Carlos Otorrinolaringologia
  • Chácara da Sefin
  • Odonto Malini
  • Materjipa Materiais para Construção
  • Viva Bela Cosméticos
  • Especialistas em Internet enviam esboço para EUA cederem supervisão de domínios

    WASHINGTON (Reuters) - Após meses de trabalho, um grupo internacional de especialistas em Internet divulgou uma proposta descrevendo como o governo dos Estados Unidos pode completar seu co...

    Tecnologia
    2 minutos de leitura

    Paulo Portaljipa EM 04/08/2015 ÀS 03:08:40

    Especialistas em Internet enviam esboço para EUA cederem supervisão de domínios

    WASHINGTON (Reuters) - Após meses de trabalho, um grupo internacional de especialistas em Internet divulgou uma proposta descrevendo como o governo dos Estados Unidos pode completar seu controverso plano doméstico para ceder a supervisão da organização não governamental que gerencia os nomes e domínios na Internet.



     



    O documento de 199 páginas, publicado na sexta-feira, segue o anúncio do Departamento de Comércio dos EUA no ano passado, de que iria transferir sua administração da Corporação da Internet para Nomes e Números Atribuídos (ICANN, na sigla em inglês) para uma rede global de partes interessadas.



    Os detalhes de como a ICANN se administraria sozinha tem sido ansiosamente aguardados em todo o mundo, especialmente nos EUA, onde alguns legisladores republicanos levantaram questões sobre o fato de que a transição pode permitir a outros países controlar a Internet.




    Desde 1998, a ICANN obteve o contrato dos EUA, que criaram a Internet, para gerenciar as maiores bases de dados para domínios de alto nível como .com e .net e seus correspondentes endereços numéricos, funções que são coletivamente conhecidas como Autoridade de Nomes Designados da Internet (IANA, na sigla em inglês).



    A ICANN é administrada por uma coleção de acadêmicos, especialistas técnicos, representantes do governo e da indústria privada, defensores do interesse público e usuários de todo o mundo, no que se chama de "processo de múltiplas partes interessadas".



    A proposta de transição recomenda criar uma subsidiária separada, com sua própria avaliação de performance, para operar, na verdade, as funções técnicas de gerenciar o sistema de nomes e endereços sob um contrato com a ICANN.



     



    (Por Alina Selyukh)


     

    Fonte - Assessoria

    Fotográfo - Divulgação

     
     
     
     
     
    Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
    Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08