•  INSIDE
  • Zoo Fest
  • Universidade Unopar Polo Ji-Paraná
  • Materjipa Materiais para Construção
  • Reveillon do Vera
  • Faculdade UNIJIPA
  • Chácara da Sefin
  • Viva Bela Cosméticos
  • Brasil lança Foguete de Treinamento Intermediário

    O Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) lançou na sexta-feira (30) o 12º Foguete de Treinamento Intermediário, dando início ao Projeto Satélite de Reent...

    Tecnologia
    2 minutos de leitura

    Paulo Portaljipa EM 01/11/2015 ÀS 04:46:29

    Brasil lança Foguete de Treinamento Intermediário

    O Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) lançou na sexta-feira (30) o 12º Foguete de Treinamento Intermediário, dando início ao Projeto Satélite de Reentrada Atmosférica (Sara). O foguete, com 5,5 metros e meia tonelada, foi disparado às 14:50h (horário de Brasília).




    Antes do lançamento do foguete, uma série de testes foi feita para garantir a segurança da operação. Os pesquisadores precisariam coletar informações como umidade, pressão e temperatura obtidos a partir do envio de um balão meteorológico para levantamento das condições climáticas na região. ”Esses dados são importante para se manter uma tomada de decisão efetiva para o lançamento dos engenhos aeroespaciais”, diz o tenente Marlon Gonçalves Figueiredo, chefe da meteorologia do CLA.


    O lançamento desta sexta-feira é um treinamento para a etapa principal da Operação São Lourenço, que ocorre em novembro com o disparo do foguete VS40M-V03, que transportará o Sara, uma plataforma destinada a estudos e pesquisas em ambiente de microgravidade, ou seja, uma faixa da atmosfera fora da órbita da terrestre.


    Com as informações coletadas pelo Sara será possível qualificar o sistema e permitir um novo lançamento para que a plataforma passe até dez dias em ambiente de microgravidade.


    O VS40M-V03 levará também um GPS de aplicação espacial desenvolvido pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRB). O equipamento está em fase de teste e está sendo desenvolvido com o objetivo de informar com precisão a posição e a velocidade de um foguete ou satélite no espaço.


    “Essas tecnologias têm vislumbramento para veículos futuros que colocarão satélites em órbitas, daí este experimento tem um retorno direto pra sociedade”, diz o coronel Cláudio Olany, diretor do centro. 



     

    Fonte - Agência Brasil

    Fotográfo - Divulgação

     
     
     
     
     
    Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
    Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08