• Dr. Flavio Carlos Otorrinolaringologia
  • Auto Escola Norte
  • Universidade Unopar Polo Ji-Paraná
  • Expojipa2 019
  • Odonto Malini
  • Chácara da Sefin
  • Viva Bela Cosméticos
  • Materjipa Materiais para Construção
  • Se Marcelino virar secretário, Sílvia Cristina vira deputada

    Corre nos bastidores a informação sobre a possibilidade de o deputado estadual Marcelino Tenório (PRP-Ouro Preto/RO) se tonar Secretário de Estado da Agricultura a ...

    Política
    2 minutos de leitura

    Paulo Portaljipa EM 25/10/2016 ÀS 12:37:35

    Se Marcelino virar secretário, Sílvia Cristina vira deputada






    Corre nos bastidores a informação sobre a possibilidade de o deputado estadual Marcelino Tenório (PRP-Ouro Preto/RO) se tonar Secretário de Estado da Agricultura a partir do próximo ano.

    Deputada

    Se isso acontecer, a vereadora Sílvia Cristina (PDT-Ji-Paraná/RO) se tornaria deputada estadual. Afinal, ela é primeira suplente da coligação (PDT – PRTB e PRP).

    Caso Sílvia se torne deputada, a vaga dela na Câmara dos Vereadores de Ji-Paraná, ficaria para o vereador Jessé Mendonça (PDT) que a partir do dia primeiro de janeiro será apenas primeiro suplente.

    Vantagens de Marcelino

    Caso se torne realidade à indicação de Marcelino Tenório como secretário de Agricultura, ele teria vantagem de poder acomodar melhor seu grupo político, bem como abrir novos caminhos para uma reeleição.

    Concorrência

    Em 2018 Marcelino não estará mais sozinho na disputa de deputado estadual em Ouro Preto do Oeste. Terá muito mais concorrência, afinal, existem possíveis candidatos como Rosária Helena, Jota Rabelo – mais votado neste pleito a vereador com mais de 2.200 votos, alguém da Família Araújo, provavelmente Zezinho Araújo – filho da dona Joselita, sem contar candidatos à reeleição como Edson Martins (PMDB), Lazinho da Fetagro (PT), Laerte Gomes (PSDB), e pelo menos mais cinco nomes que podem buscar votos na região da grande Ouro Preto.

    Como a área forte de atuação do deputado Marcelino é a zona rural, na condição de secretário de Agricultura, ele poderia ampliar novos caminhos, coisa que não conseguiria em escala maior, apenas distribuindo emenda parlamentar para atender setores produtivos.

    Pai e filha no primeiro escalão

    Existe uma fonte cogitando que o cargo de adjunto da secretaria de Estado da Agricultura poderia ser oferecida para a vereadora-eleita Cláudia de Jesus (PT-Ji-Paraná). O pai dela, o ex-deputado federal Anselmo de Jesus, é o atual titular da agência Idaron.

    Da mesma forma, caso isso ocorresse, a vaga deixada por ela na Câmara seria ocupada pelo primeiro suplente Jessé Mendonça (PDT), que faz parte da mesma coligação.




     

     

    Fonte - Roberto Gutierrez Coluna do Gutierrez

    Fotográfo - Divulgação

     
     
     
     
     
    Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
    Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08