• Materjipa Materiais para Construção
  • AABB-JIPA - Associação Atlética Banco do Brasil
  • Viva Bela Cosméticos
  • Q FOME
  • Supermercado Irmãos Gonçalves
  • Odontologia Drº  Thiago Ribeiro
  • Opinião - Rondônia clama por Duplicação Já da BR 364

    A continuar assim teremos em futuro próximo uma fila indiana de veículos de Porto Velho a Vilhena.  O final de mais um ano está se aproximando e obras importantes, esperadas...

    Política
    3 minutos de leitura

    Paulo Portaljipa EM 19/12/2015 ÀS 17:32:46

    Opinião - Rondônia clama por Duplicação Já da BR 364

    A continuar assim teremos em futuro próximo uma fila indiana de veículos de Porto Velho a Vilhena. 


    O final de mais um ano está se aproximando e obras importantes, esperadas há anos para Rondônia não saem das promessas. Não há como enumerá-las, porque ocuparia espaço em demasia, mas vamos citar apenas a duplicação da BR 364, um compromisso dos políticos federais desde a década de 90, que continua na estaca zero.


     


    Rondônia passa por transformação econômica. O café, que sempre foi a força da economia perdeu força na época do ex-governador José Bianco. Hoje estamos entre os cinco maiores produtores de café conilon do Brasil. O setor está se recuperando, mas de forma lenta.


     


    O Estado é um dos poucos do País que cresce, mesmo com a crise econômico-financeira mundial. O PIB está entre os melhores do Brasil e o governo do Estado está fechando o ano em alta, pois está com as contas de fornecedores e salários dos servidores em dia, inclusive com o pagamento do 13º, já efetuado.


     


    Nada a comemorar, pois é uma obrigação, gestores públicos cumprir os compromissos, mas estados como o Paraná e o Rio Grande do Sul, de maior potencial econômico estão com dificuldades para pagar salários de dezembro aos servidores.


     


    O assunto em pauta é a BR 364, como já ocorreu em outras oportunidades, porque a rodovia tem muito a ver com o futuro de Rondônia. O Estado deverá ocupar nos próximos cinco anos lugar de destaque na produção de grãos (soja e milho). A região polarizada por Ariquemes será o futuro Polo Graneleiro de Rondônia e já caminha celeremente para isso.


     


    Quem produz tem que comercializar e exportar, como é o caso da soja. Temos o Porto Graneleiro de Porto Velho, que já exporta boa parte da produção de grãos do Mato Grosso.


     


    Como não temos ferrovia, apenas a Madeira-Mamoré, na capital, criminosamente abandonada pelos administradores (sic) públicos. A dependência é total das rodovias. A BR 364 é fundamental e não basta apenas recuperá-la no trecho Porto Velho a Vilhena, com cerca de 700 quilômetros, mas duplicá-la.


     


    Atualmente a 364 não suporta o volume de tráfego. A fiscalização é precária, devido a falta de maior contingente de policiais federais, a sinalização é ruim e alguns trechos, como Jaru a Porto Preto, que está sendo recuperado, o trânsito é lento e perigoso.


     


    A importante rodovia federal não pode ser palco permanente de acidentes constantes, a maioria deixando mortos e muitos feridos. A 364 não deve ser um Corredor da Morte, mas sim um Corredor do Progresso e Desenvolvimento.


     


    Os políticos federais (senadores e deputados), deputados estaduais, governo do Estado, representantes da Fiero, Fecomércio e demais entidades organizadas devem iniciar uma ampla campanha de Duplicação da BR 364 Já. A economia de Rondônia exige a mobilização, que não ocorre por absoluta falta de visão de futuro de nossos políticos, empresários e lideranças sindicais.


     




     

    Fonte - WC e rondoniadinamica

    Fotográfo - Divulgação

     
     
     
     
     
    Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
    Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08