Portaljipa
  •  
  •  
  •  

Nilton Capixaba renuncia à candidatura e tenta emplacar esposa na disputa a Câmara

Política

POR Paulo Portaljipa EM 16/09/2018 ÀS 21:18:38

Nilton Capixaba renuncia à candidatura e tenta emplacar esposa na disputa a Câmara

RTO VELHO: Já contestado pelo Ministério Público Eleitoral e mantendo a candidatura pendurada em recurso do TSE, o deputado Federal Nilton Capixaba (PTB) desistiu na manhã deste domingo, 16, de tentar a reeleição à Câmara Federal. O prazo final para julgamento de todos os recursos dos candidatos é nesta segunda-feira, 17. O Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia trabalhou em regime de plantão neste fim de semana, realizando sessões de julgamento no sábado e no domingo.

Condenado a seis anos e 10 meses de prisão no esquema conhecido como Máfia dos Sanguessugas, o deputado federal Nilton Capixaba (PTB) decidiu renunciar à candidatura à reeleição. O pedido de renúncia foi apresentado na manhã deste domingo, momentos antes do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Rondônia iniciar o julgamento do registro, que já havia sido impugnado pelo Ministério Público Eleitoral (MPE).

Junto com a carta renúncia, Capixaba protocolou também um pedido de substituição de candidatura, apresentando sua esposa, Hosana Balbino, como sua substituta na candidatura a deputada federal. Filiada ao PTB, Hosana seria a alternativa para Capixaba continuar o seu projeto político.

urante o tempo em que manteve a candidatura, Capixaba gastou cerca de 50% dos R$ 1.162.180,00 de recursos públicos, recebidos do Fundo Partidário. Os gastos dele, segundo o TSE somam R$ 516.560,65. A sangria poderia ter sido evitada. O MPE entrou com pedido para proibição de Capixaba receber dinheiro, mas o TRE negou.

Depois de ter a sua candidatura indeferida pelo Tribunal Regional Eleitoral, Nilton Capixaba buscou o registro junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), e a A 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal rejeitou seus embargos de declaração e, com isso, a participação do parlamentar restou prejudicada.

De acordo com a decisão do STF, o deputado terá de dar início imediato ao cumprimento da sentença de 6 (seis) anos e 10 (dez) meses e 6 (seis) dias de reclusão e 340 (trezentos e quarenta) dias-multa.

A acusação destaca que o parlamentar acertou, no ano de 2000, um porcentual das emendas apresentadas ao orçamento da União para a aquisição de unidades móveis de saúde em Rondônia. O MPF ainda aponta que foi beneficiada com as emendas a empresa Planam, investigada na Operação Navalha, deflagrada pela Polícia Federal em 2007.

Condenado a seis anos de prisão pelo Supremo, Nilton Capixaba renuncia candidatura a reeleição
 

Fonte - Expressaorondonia

 
 
 
 
 
 
Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08
  •  
  •  
  • Portaljipa