• Viva Bela Cosméticos
  • Reveillon do Vera
  • Faculdade UNIJIPA
  • Materjipa Materiais para Construção
  • Chácara da Sefin
  • Universidade Unopar Polo Ji-Paraná
  • Ji-Paraná pela 2ª vez consecutiva tem o melhor IDEB de Rondônia

    As escolas municipais de Ji-Paraná estão entre as melhores do País  Pela segunda vez consecutiva Ji-Paraná alcança a maior média dos 50 município...

    Política
    4 minutos de leitura

    Paulo Portaljipa EM 09/09/2016 ÀS 13:19:25

    Ji-Paraná pela 2ª vez consecutiva tem o melhor IDEB de Rondônia

    As escolas municipais de Ji-Paraná estão entre as melhores do País


     Pela segunda vez consecutiva Ji-Paraná alcança a maior média dos 50 municípios rondonienses avaliados no ano de 2015 pelo Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – IDEB. Com relação aos índices da Rede Municipal de Ensino, praticamente todas as escolas mantiveram as médias acima das metas projetadas pelo Ministério da Educação – MEC para o ano, sendo que algumas, como a Jandinei Cella e a Ruth Rocha, ultrapassaram a meta projetada para o ano de 2021, com os maiores índices de todas as escolas municipais do Estado. Ao todo, turmas do 5º ano do Ensino Fundamental de 13 escolas da Rede Municipal foram avaliadas.


    O IDEB foi criado em 2007 pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – INEP visando reunir em um só indicador o fluxo escolar e médias de desempenho nas avaliações. Este indicador é calculado a partir dos dados sobre aprovação escolar, obtidos no Censo Escolar, e médias de desempenho nas avaliações do próprio Instituto, no caso, a Prova Brasil, aplicada a cada dois anos para o 5º e 9º ano do Ensino Fundamental e 3º ano do Ensino Médio das escolas estaduais.


     


    Medalha de ouro


    Desta vez, o destaque de Ji-Paraná na relação de Resultados e Metas disponibilizada pelo MEC no site do INEP foi para a Escola Municipal de Ensino Fundamental Professor Almir Zandonadi, localizada no bairro Novo Horizonte. A unidade escolar saltou de um índice de 5.4 pontos em 2013 para 6.8 em 2015, 1.4 ponto a mais de uma avaliação para outra e 1.2 ponto acima da meta projetada para 2021, que é de 5.6 pontos.


    O desempenho da Almir pode ser comparado ao da Escola Municipal de Ensino Infantil e Fundamental Jandinei Cella, localizada no bairro Jardim dos Migrantes, que nas avaliações do IDEB de 2011 e 2013 saltou de 6.0 para 7.5 pontos, ou seja, 1.5 ponto de uma avaliação para outra. Na avaliação que está sendo divulgada, a Jandinei Cella manteve o índice de 7.5 pontos na avaliação do MEC, 1.3 ponto acima da meta projetada para 2021.


    O que torna este índice uma conquista excepcional para a Almir Zandonadi, digna de medalha de ouro, é que a escola pertence à uma comunidade muito carente, com uma clientela, em sua maioria, tida como de extrema vulnerabilidade. O Novo Horizonte nasceu de uma invasão em um terreno que antes fora aterro sanitário, o que não permite sequer que os moradores furem poços para obter água. Os resultados da escola no IDEB em anos anteriores foram pífios, saltando de 3.7 pontos em 2007 para 5.4 em 2013.


    “O comprometimento da equipe de forma geral e a parceria família/escola foram muito importantes para alcançarmos esse resultado. Trabalhamos com objetivos bem definidos desde 2013, e o mais importante é que foi sempre com a mesma equipe. Creio que a permanência do aluno nove horas por dia dentro da escola seja imprescindível para a aprendizagem. A criança passa a maior parte do dia aprendendo ao invés de estar na rua. Isso muda tudo”, explicou a diretora da Almir Zandonadi, Viviane Teixeira de Andrade.


     


    As melhores do Estado


    Ainda de acordo com a avaliação do INEP, duas escolas de Ji-Paraná, a Jandinei Cella e o Centro Municipal de Ensino Infantil e Fundamental Ruth Rocha, localizada no bairro Nova Brasília, aparecem com os dois maiores índices de todas as escolas municipais de Rondônia, com 7.5 e 7.3 pontos respectivamente.


    “Penso que o resultado no IDEB obtido pela Escola Almir Zandonadi seja o reflexo de investimentos que foram feitos na infraestrutura da unidade (prédio e equipamentos), na formação dos gestores e professores, no comprometimento de toda a equipe por querer apresentar bons resultados e principalmente ao atendimento em tempo integral implantado na escola. Isso nos mostra que em algumas comunidades, como é o caso da Almir, a educação de tempo integral se torna imprescindível para o completo desenvolvimento do aluno, para se alcançar uma educação de qualidade. Em bairros muito carentes, a criança não tem outra alternativa, a escola acaba se tornando um espaço muito importante para ela, tanto no sentido acadêmico quanto social”, destacou a secretária de Educação de Ji-Paraná, Leiva Custódio Pereira.


     


     


     


     

     

    Fonte - Assessoria

    Fotográfo - Divulgação

     
     
     
     
     
    Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
    Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08