• Zoo Fest
  • Universidade Unopar Polo Ji-Paraná
  •  INSIDE
  • Viva Bela Cosméticos
  • Materjipa Materiais para Construção
  • Chácara da Sefin
  • Reveillon do Vera
  • Faculdade UNIJIPA
  • Expedito Netto caiu do cavalo; MDB pode lançar desembargador Waltenberg como candidato em 2020; Beron fora da pauta; e Mariana fala sobre questão interna do PSDB em Rondônia

    BANCADA FEDERAL TEM 450 MILHÕES DE REAIS EM EMENDAS PARA 2020. SERÁ SUFICIENTE PARA ATENDER TODAS ÀS NECESSIDADES?

    Política
    2 minutos de leitura

    Paulo Portaljipa EM 20/10/2019 ÀS 12:59:35

    Expedito Netto caiu do cavalo; MDB pode lançar desembargador Waltenberg como candidato em 2020; Beron fora da pauta; e Mariana fala sobre questão interna do PSDB em Rondônia


    No total, são 450 milhões de reais, somando-se todos os tipos de emendas a que os parlamentares rondonienses têm direito, incluídos no  orçamento da União para o ano que vem. Só as emendas de bancada superam os 250 milhões. O restante são daquelas individuais, em que o parlamentar pode destinar para quem e para onde quiser. Não parece uma enorme fortuna? Um pouco mais e seriam meio bilhão...Infelizmente, o tema tem o efeito Denorex: parece, mas não é.

    Nos últimos dias, deputados e senadores fizeram uma série de reuniões com Prefeitos, representantes de entidades e instituições, para saberem das necessidades e sobre como vão decidir por repartir esse bolo. Certamente na matemática simples, se chega à conclusão que esses 450 milhões são fichinha, ante as enormes necessidades apresentadas. Todos os 52 prefeitos apresentaram seus  pleitos. Representantes da Unir, do Ifro, das polícias militar e civil (a PM por exemplo, pediu até um helicóptero) fizeram uma série de reivindicações para usarem parte dos recursos.

    Os pleitos do secretário de saúde do Estado, Fernando Máximo, por exemplo, incluem recursos para o futuro Hospital de Pronto Socorro da Capital; para uma nova Maternidade e para o Cametron. Superam os 180 milhões de reais. Ou seja, só na saúde, caso nela as emendas fossem destinadas para atender todas as necessidades, iria mais que um terço de todo o valor.

    Embora tenham muitos benefícios e vantagens, há que se registrar também que não é fácil a vida de um parlamentar, que tem que decidir sobre a quem vai ajudar a tirar o pescoço da guilhotina e a quem vai deixar na saudade, sem dinheiro. É uma espécie de Escolha de Sofia. Salva um filho, mas tem que deixar o outro morrer. Há cidades rondonienses que estão literalmente quebradas. Sem dinheiro federal e das emendas, não teriam como sobreviver. A saúde pública precisa de muito mais do que tem, para melhorar o atendimento à população, principalmente a que mais sofre, mas a segurança pública também tem que receber grana para melhorar sua estrutura, num Estado que é tão violento quanto o restante do país. A educação tem que melhorar.

     

    Fonte - rondoniadinamica

     
     
     
     
     
    Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
    Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08