• Chácara da Sefin
  • Reveillon do Vera
  •  INSIDE
  • Viva Bela Cosméticos
  • Universidade Unopar Polo Ji-Paraná
  • Faculdade UNIJIPA
  • Materjipa Materiais para Construção
  • Após mais de 10 dias de folga, Congresso retoma atividades

    Senado deve votar segunda fase do projeto de repatriação; Câmara discute reformas trabalhista e previdenciária O Congresso Nacional retomará as atividades nesta sema...

    Política
    2 minutos de leitura

    Paulo Portaljipa EM 06/03/2017 ÀS 12:55:40

    Após mais de 10 dias de folga, Congresso retoma atividades

    Senado deve votar segunda fase do projeto de repatriação; Câmara discute reformas trabalhista e previdenciária


    O Congresso Nacional retomará as atividades nesta semana após mais de dez dias de folga prolongada para o carnaval. A expectativa é que o Senado vote o projeto de repatriação de recursos, que, se aprovado, permitirá aos contribuintes regularizar junto à Receita valores mantidos no exterior. Já a Câmara deve ter audiências públicas para debater as reformar previdenciária e trabalhista.


    Senado


    A principal pauta de votação é o projeto de repatriação, que já havia sido aprovado pelo Senado, mas retornou após modificação do texto pelos deputados, que excluíram a possibilidade de parentes de políticos e de agentes públicos poderem aderir ao programa.


    Outra alteração foi o percentual recolhido de imposto e multa. Na primeira etapa do projeto, em 2016, o contribuinte pagou multa de 15% e imposto de renda também de 15%. Ao aprovar a nova fase, no ano passado, o Senado mudou os dois percentuais para 17,5%. Os deputados, no entanto, aprovaram 15% de imposto de renda e 20% de multa.


    Se aprovado, o governo estima arrecadar cerca de R$ 30 bilhões. O valor será dividido com estados e municípios.


    Câmara


    As comissões especiais da Câmara que analisam as reformas trabalhista e previdenciária realizarão três audiências públicas cada entre terça-feira (7) e quinta-feira (9). A intensidade das reuniões atende às solicitações do Palácio do Planalto que quer que as duas propostas tramitem rapidamente e sejam aprovadas ainda no primeiro semestre.


    As votações no plenário da Câmara, no entanto, são incertas. Rodrigo Maia (DEM-RJ), o presidente da Casa, disse que os projetos polêmicos devem ficar para a semana que vem.

     

    Fonte - Das Agências

    Fotográfo - Divulgação

     
     
     
     
     
    Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
    Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08