• Materjipa Materiais para Construção
  • Odonto Malini
  • Viva Bela Cosméticos
  • Faculdade UNIJIPA
  • Auto Escola Norte
  • Chácara da Sefin
  • Universidade Unopar Polo Ji-Paraná
  • Dr. Flavio Carlos Otorrinolaringologia
  • Aneel confirma redução de energia

    Depois de intensa batalha, surge o primeiro sinal positivo em relação à tarifa de energia elétrica. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) confirmou a ...

    Política
    2 minutos de leitura

    Paulo Portaljipa EM 28/08/2015 ÀS 16:47:43

    Aneel confirma redução de energia

    Depois de intensa batalha, surge o primeiro sinal positivo em relação à tarifa de energia elétrica. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) confirmou a redução de 18% na bandeira vermelha. Em reunião com diretor-geral da agência, Romeu Donizete Rufino, nesta manhã (27/08), o deputado Marcos Rogério questionou os critérios para cobrança da bandeira vermelha no estado de Rondônia. A estatal reconheceu que o modelo não é o ideal e se comprometeu a elaborar um estudo técnico sobre os critérios de cobrança considerando estados produtores de energia, e aspectos regionais e sociais, de forma que seja possível elencar alternativas para o sistema atual.


     


    No modelo vigente, a cobrança não é feita região por região, mas em cima dos estados que compõe o Sistema Interligado Nacional. O sistema vale para todo o país, com exceção dos estados do Amazonas, Amapá e Roraima. Com isso, quando há necessidade do acionamento das térmicas para gerar energia, a bandeira vermelha é acionada para todos os estados que integram esse sistema, independente dele possuir usinas e gerar energia, como é o caso de Rondônia.


     


    Para Marcos Rogério, o sistema na forma como está, embora olhe para o país, é injusto para as regiões produtoras, sobretudo dentro da perspectiva do chamado desenvolvimento regional. “Do ponto de vista de quem produz, as compensações são pequenas em relação ao dano permanente que essa obra deixa para a sociedade daquele estado. Depois das usinas nós nunca mais tivemos a mesma realidade, embora reconheçamos a sua importância. Temos duas usinas que foram construídas com erros crassos. Não há dentro da sistemática uma forma de compensar o estado pelos danos que essas usinas causam”, salientou o parlamentar.


     


    O deputado esclarece, ainda, que redução na tarifa traz um alívio ao povo de Rondônia, mas a luta continua até que a cobrança da tarifa seja mais justa: “O que queremos é uma reformulação no modelo de cobrança tarifário, para que estados como Rondônia não sejam tão injustiçados. A Aneel se comprometeu a fazer um estudo técnico e aqui na Câmara pretendo discutir o assunto em comissão especial. Há um longo caminho pela frente, mas estamos fazendo todo o esforço para rever essa situação e fazer justiça ao estado de Rondônia”, concluiu Marcos Rogério. 

     

    Fonte - Assessoria

    Fotográfo - Divulgação

     
     
     
     
     
    Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
    Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08