• Odontologia Drº  Thiago Ribeiro
  • CASA DE ALTO PADRÃO A VENDA EM JI-PARANÁ
  • Instituto de Olhos Caius Prieto Ji-Parana
  • AABB-JIPA - Associação Atlética Banco do Brasil
  • Viva Bela Cosméticos
  • Materjipa Materiais para Construção
  • Supermercado Irmãos Gonçalves
  • Mercadão dos Óculos
  • Polícia prende 13 por embriaguez ao volante em Porto Velho

    Treze condutores foram presos por embriaguez ao volante, na madrugada deste domingo (11) em Porto Velho, durante operação da equipe de policiamento de trânsito da Políc...

    Policial
    2 minutos de leitura

    Paulo Portaljipa EM 12/12/2016 ÀS 03:32:17

    Polícia prende 13 por embriaguez ao volante em Porto Velho

    Treze condutores foram presos por embriaguez ao volante, na madrugada deste domingo (11) em Porto Velho, durante operação da equipe de policiamento de trânsito da Polícia Militar. Além da fiscalização em pontos distintos da cidade, a Companhia Independente de Trânsito da PM realizou patrulhas e acabou flagrando situações que resultaram na prisão dos envolvidos.


    Uma dessa situações aconteceu na bifurcação da Rua da Beira com rua Pau Ferro, no bairro Eldorado. Um comerciante de 48 anos seguia de carro pela Rua da Beira e, ao tentar convergir sentido BR-364, acabou invadindo o canteiro central e bateu contra uma árvore, derrubando-a. Ele não quis se submeter ao teste do bafômetro, mas, segundo a PM, apresentava sinais claros de embriaguez e acabou conduzido à Central de Polícia.


    Durante blitz da ‘Lei Seca’, na Rua Joaquim Nabuco, bairro São Cristóvão, uma vendedora de 27 anos foi presa porque estava embriagada e conduzia um veículo que estava com os documentos irregulares. Ela realizou o teste do bafômetro e obteve 0,42 miligrama de álcool por litro de ar expelido. O carro foi removido ao pátio do Detran e ela foi conduzida à Central de Polícia.

    Além da fiança, estabelecida em, no mínimo, um salário mínimo, todos os presos da Lei Seca poderão ser multados em quase R$ 3 mil, conforme a nova lei de trânsito que passou a vigorar no último mês de novembro.


    Lei Seca
    É considerado crime quando o motorista é flagrado conduzindo veículos com índice de álcool no sangue superior a 0,34 miligrama de álcool por litro de ar expelido ou 6 decigramas por litro de sangue.


    A pena de detenção pode variar de seis meses a três anos, multa e suspensão temporária da carteira de motorista ou proibição permanente de obter a habilitação. O Código de Trânsito Brasileiro estabelece multa de R$ 2.934,70 e o motorista ainda terá a carteira de habilitação suspensa pelo prazo de 12 meses. Os condutores também têm a CNH apreendida. Se o motorista tiver cometido a mesma infração nos 12 meses anteriores, o valor da multa é dobrado.

     

    Fonte - G1/RO

    Fotográfo - Divulgação

     
     
     
     
     
    Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
    Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08