• Universidade Unopar Polo Ji-Paraná
  •  INSIDE
  • Viva Bela Cosméticos
  • Reveillon do Vera
  • Chácara da Sefin
  • Materjipa Materiais para Construção
  • Faculdade UNIJIPA
  • Polícia encontra criança que foi arrancada da barriga da mãe depois de ser morta e enterrado em cova rasa

    Policial
    2 minutos de leitura

    Paulo Portaljipa EM 22/10/2019 ÀS 18:28:47

    Polícia encontra criança que foi arrancada da barriga da mãe depois de ser morta e enterrado em cova rasa

    Durante o início da madrugada desta terça-feira (22), um trabalho de investigação feito pelas equipes da delegacia de crimes contra a vida, resultou na apreensão de um adolescente de 15 anos e de seu irmão de 18, que estavam em uma residência localizada na Rua Madagascar, bairro Novo Horizonte, em poder de uma criança recém-nascida do sexo masculino que foi arrancada da barriga da mãe depois de ser morta.

    De acordo com informações que a polícia civil conseguiu levantar, os dois irmãos teriam participação direta nos crimes da criança de 7 anos, encontrado boiando em um Açude e de sua mãe Fabiana Pires Santana, 23 anos, que estava grávida de 8 meses e teve a criança arrancada depois de ter sido morta e que tudo foi planejado junto com a mãe do adolescente identificada como Kátia que teria inventado uma gravidez para extorquir um garimpeiro alegando que teria ganho um filho dele.

    Depois de desferir várias golpes com uma barra de ferro na cabeça de vítima e pegou uma faca e quando iria matar a irmão seu sobrinho pediu para não matar sua mãe e acabou sendo enforcado até desmaiar e a infratora jogou a criança no lago, chegando a jogar pedras para ele a criança afundar nas águas.

    Depois ela retornou e executou sua irmã com facadas e abriu a barriga da vítima e retirou o bebê e entregou para o menor levar para sua mãe. Os policiais levaram a criança para o hospital de base para que pudesse ser alimentada e receber os cuidados médicos.

    Os suspeitos foram levados para delegacia onde passaram a madrugada inteira dando detalhes sobre o ocorrido e a polícia Continua em diligências no intuito de aprender a irmã assassina e a mulher Kátia que teria planejado toda ação criminosa.

    Ainda na madrugada os civis em diligências conseguiram apreender a principal suspeita, uma adolescente de 13 anos, que era irmã de Fabiana e tia do garoto. Na delegacia ela confessou o crime e disse que não está arrependida pela monstruosidade que cometeu.

     

    Fonte - Assessoria

     
     
     
     
     
    Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
    Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08