Portaljipa
  •  
  •  
  •  

PM morto em curso de operações especiais teve desidratação e hipotermia

Policial

POR Paulo Portaljipa EM 29/11/2018 ÀS 10:53:30

PM morto em curso de operações especiais teve desidratação e hipotermiaO cabo Carlos Henrique de Paula Nibbering, de 29 anos, morreu por desidratação e hipotermia, decorrente de desgaste físico, segundo o atestado de óbito emitido por médicos do Hospital municipal São Francisco Xavier, em Itaguaí, na Região Metropolitana do Rio. O PM morreu após passar mal durante um exercício de instrução do Curso de Operações Especiais (Coesp), realizado dentro de uma mata, na área rural do município na noite desta terça-feira.

A Corregedoria da PM apura as circunstâncias da morte. Segundo policiais ouvidos pelo EXTRA, não foi feito registro de ocorrência do caso numa delegacia e o corpo não foi encaminhado para a necrópsia no Instituto Médico-Legal (IML).

De acordo com a PM, o cabo sofreu um mal súbito durante a última etapa do treinamento, que acabaria nesta quarta-feira. Havia um oficial médico da corporação no local da instrução. Logo que se sentiu mal, o soldado foi entubado e posteriormente levado ao hospital, onde teve uma parada cardíaca e não resistiu. A corporação e o Batalhão de Operações Especiais (Bope) lamentaram a morte.

O cabo estava na PM há sete anos, sendo os últimos três no Bope, tinha 29 anos e deixa esposa e um filho de 1 ano. Antes de ser PM, Nibbering havia servido no Exército. O corpo do policial será sepultado nesta quinta-feira, em Queimados, na Baixada Fluminense, onde morava com a família.

Em redes sociais, amigos do cabo Nibbering também lamentaram a morte: “Lá se vão 24 anos de amizade. Obrigado por ter sido meu amigo desde a época da escola, passando para o Exército e depois nosso grande sonho de ser policial. Foi um privilégio de ter chamar de meu amigo. Vou sentir a sua falta, meu irmão, dos seus conselhos e da sua presença em minha vida!! Vou te amar eternamente”.

Nibbering é o segundo policial militar que morre durante treinamento só este ano. Em junho, o sargento Flávio Henrique da Silva, de 42 anos, morreu durante treinamento do curso para o Comando de Policiamento Ambiental (CPAm), na represa de Ribeirão das Lajes, no Sul Fluminense.
 

Fonte - Extra

 
 
 
 
 
 
Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08
  •  
  •  
  • Portaljipa