• Mercadão dos Óculos
  • AABB-JIPA - Associação Atlética Banco do Brasil
  • Esmalteria Nacional
  • Governo de Rondonia
  • Instituto de Olhos Caius Prieto Ji-Parana
  • Supermercado Irmãos Gonçalves
  • Nova Car
  • Viva Bela Cosméticos
  • Materjipa Materiais para Construção
  • Odontologia Drº  Thiago Ribeiro
  • MP instaura inquérito para apurar intoxicação em alunos da Escola Municipal Joaquim Nabuco

    Policial
    4 minutos de leitura

    Paulo Portaljipa EM 19/08/2017 ÀS 14:17:27

    MP instaura inquérito para apurar intoxicação em alunos da Escola Municipal Joaquim Nabuco

    MP instaura inquérito para apurar intoxicação em alunos da Escola Municipal Joaquim Nabuco
    O promotor de Justiça Dr. Evandro Araujo de Oliveira esteve na manhã desta sexta-feira (18), na Escola Municipal Joaquim Nabuco, para fazer uma inspeção na cozinha da unidade escolar. O representante do MP/RO esteve ‘in loco” na Escola após ser informado do caso de intoxicação de cerca de 50 alunos que deram entrada no Hospital Municipal Dra. Laura Maria Braga, sentindo fortes dores estomacais, diarreia, vômito, dor de cabeça e febre.

    Segundo ficou apurado pela reportagem os alunos cerca de 30 começaram a passar mal na noite de quarta-feira (16) e a situação piorou na manhã da quinta-feira (17), quando aproximadamente 50 alunos foram atendidos no HM com os sintomas descritos fato que gerou inúmeras especulações o que poderia ter ocorrido para tamanho quadro de saúde. Várias hipóteses estão sendo ventiladas entre as quais: contaminação da água, consumo de alimentos vencidos ou mal acondicionado favorecendo a contaminação e a mais provável manipulação inadequada na preparação da merenda escolar, no entanto todas estas possiblidades estão sendo checadas através de exames no caso a água que foram colhidas amostras e enviadas para o laboratório Lacen em Porto Velho, credenciado pela Anvisa, que vai fazer as análises e emitir o laudo informando o resultado que pode sair até a próxima semana.

    O promotor de Justiça Dr. Evandro Araújo disse que fez questão de ir pessoalmente a Escola por se tratar de um fato grave do ponto de vista quando se trata de saúde pública. Prudente o promotor de Justiça fez uma minuciosa inspeção na cozinha e na dispensa da Escola, acompanhado de fiscais da Vigilância Sanitária Municipal – VSM, secretário municipal de Educação pedagogo Paulo Fernandes Bicalho e a direção da unidade escolar. Após ouvir os relatos o promotor de Justiça solicitou uma amplo relatório da situação e de imediato instaurou um inquérito para apurar o caso, apontar as causas e responsabilizar se for o caso os responsáveis. “O MP vai acompanhar este fato de perto e a priori vamos aguardar o resultado do exame da água para tomamos uma posição, mas quanto a alimentação incialmente fica difícil temos um diagnóstico preciso. No entanto observamos algumas situações que precisa ser sanadas de imediato não só nesta escola (Joaquim Nabuco), mas nas demais do município”, disse o promotor de Justiça Dr. Evandro Araújo que na saída da escola se encontrou com o prefeito do município Vagno Gonçalves Barros e reforçou o pedido de cobrança ao gestor público principalmente com a manipulação dos alimentos que compõe a merenda escolar outra recomendação feita pelo promotor de Justiça é que a partir de agora todas as escolas guarde uma amostra do alimento servido para as crianças para facilitar uma identificação de futuros problemas igual ao que está sendo presenciado.

    O promotor de Justiça Dr. Evandro Araújo esteve ainda no HM onde visitou a área de pediatria e em seguida se reuniu com o diretor da unidade hospitalar Bob Charlton Gois Gil e o presidente da Câmara municipal vereador J. Rabelo. O promotor de Justiça foi informado de toda situação e diante do quadro colocou o MP a disposição para qualquer eventualidade e na oportunidade pediu para o presidente da Casa de Leis juntamente com seus pares acompanhar o caso. Após este lamentável fato é certo que o MP vai chamar a responsabilidade dos conselhos municipal de Educação e de Merenda Escolar para que os mesmos mostrem com documentos suas respectivas atuações.

    Saiba mais:

     

    Fonte - ouropretoonline

     
     
     
     
     
     
     
     
    Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
    Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08