• Materjipa Materiais para Construção
  • Odontologia Drº  Thiago Ribeiro
  • Supermercado Irmãos Gonçalves
  • Viva Bela Cosméticos
  • Q FOME
  • AABB-JIPA - Associação Atlética Banco do Brasil
  • Índios fazem acordo com ministro e encerram protesto em Cacoal, RO

    Os indígenas de pelo menos cinco etnias que estavam, há 10 dias, ocupando o prédio onde funciona o Distrito Sanitário Especial Indígena(Dsei), em Cacoal, cidade...

    Policial
    2 minutos de leitura

    Paulo Portaljipa EM 14/12/2015 ÀS 12:05:50

    Índios fazem acordo com ministro e encerram protesto em Cacoal, RO

    Os indígenas de pelo menos cinco etnias que estavam, há 10 dias, ocupando o prédio onde funciona o Distrito Sanitário Especial Indígena(Dsei), em Cacoal, cidade a 480 quilômetros de Porto Velho, decidiram dar uma trégua ao movimento e optaram pela desocupação do local.


    A manifestação foi encerrada na última sexta-feira (11), após os indígenas conseguirem firmar um acordo com várias lideranças políticas, de a que atual gestora do órgão será exonerada até a primeira semana de janeiro. Caso o acordo não seja cumprido, os índios garantem que irão ocupar a BR-364 impedindo o trafego.


    O grupo de índios aproveitou a presença do Ministro de Saúde, Marcelo Castro; do Governador do Estado, Confúcio Moura; do Secretário Estadual de Saúde, Williames Pimentel; e de outras autoridades políticas, que estiveram em Cacoal na sexta-feira para a inauguração do Hospital de Urgência e Emergência Regional de Cacoal, e marcaram uma reunião.

    O primeiro contato foi feito, após a cerimônia de inauguração ainda pela manhã, porém a reunião não teve um saldo positivo, pois os índios acabaram se desentendendo entre eles. Depois, eles conseguiram chegar um consenso entre eles e tiveram um encontro com as autoridades governamentais.


    "Na parte da tarde nos nós encontramos, novamente, em um local mais tranquilo. Então, o ministro e as demais autoridades, pediram um prazo até a primeira semana do mês de janeiro para exonerar a atual gestora. Nós firmamos esse acordo com ele e desocupamos o prédio onde funciona a Dsei no mesmo dia", contou o líder indígena Almir Surui.


    O ministro Marcelo Castro explicou que o prazo é necessário para que a atual gestora possa cumprir com questões burocráticas do trabalho. "Antes que ela deixe o cargo precisamos que nos entregue um relatório de tudo que foi feito pelo órgão no decorrer do ano. Pois, o próximo gestor precisa de um norte para dar continuidade a gestão", explicou Marcelo.


    Almir disse que caso o acordo firmado não seja cumprido, no dia 5 de janeiro os índios irão trancar a BR-364 em sinal de protesto. A equipe do G1 tentou contato com a atual gestora, mas não a encontrou.

     

    Fonte - Assessoria

    Fotográfo - Divulgação

     
     
     
     
     
    Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
    Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08