• AABB-JIPA - Associação Atlética Banco do Brasil
  • Materjipa Materiais para Construção
  • Odontologia Drº  Thiago Ribeiro
  • Viva Bela Cosméticos
  • Brasa Espetaria
  • Universidade Unopar Polo Ji-Paraná
  • Espetaria Casa Preta
  • Faculdade UNIJIPA
  • Durante faxina, mulher encontra jiboia no quarto dos filhos em Monte Negro, RO

    Policial
    3 minutos de leitura

    Paulo Portaljipa EM 21/12/2018 ÀS 17:34:07

    Durante faxina, mulher encontra jiboia no quarto dos filhos em Monte Negro, RO

    Uma mulher de 36 anos estava faxinando a residência em Monte Negro (RO), no Vale do Jamari, quando encontrou uma jiboia de aproximadamente dois metros atrás do guarda-roupa no quarto dos filhos. Como na cidade não tem Corpo de Bombeiros, um adolescente de 17 anos, filho da mulher, capturou a cobra entregou aos policiais, que soltaram o animal na mata.

    Por telefone, a moradora disse ao G1 que há cerca de 12 meses se mudou para a casa e sempre ouvia alguns barulhos no forro. Após uma viagem a Porto Velho, sentiu a falta de sua gata de estimação, e acredita que a gata tenha sido atacada pela cobra.

    A mulher relatou que no momento em que a cobra foi encontrada estavam na casa os dois filhos adolescentes, uma amiga da família e três crianças. Todos saíram correndo com medo.

    Segundo a Polícia Militar (PM), os agentes foram solicitados pela moradora para fazer a captura da cobra. Os policiais, após confirmarem a existência do animal, entraram em contato com o Corpo de Bombeiros de Ariquemes (RO), mas foram informados de que eles não poderiam comparecer ao local.

    Com a impossibilidade de atendimento pelo Corpo de Bombeiros, o filho da mulher resolveu capturar o animal. “Ele pegou um cano de pvc, fez dois furos, passou um fio para poder fazer um laço e prendeu a cobra, que se enrolou no bastão. Colocamos em uma mala e entregamos para a guarnição”, falou a moradora.

    Boa constrictor

    A cobra da espécie Boa constrictor é comum na região amazônica e tem um tamanho médio de 2 metros a 4 metros. Segundo o biólogo Flávio Terassini, a aparição do animal em residências é comum nessa época do ano.

    "Devido o período de chuvas, é comum essas cobras tentarem abrigo ou procurarem alimentos nas casas essa época do ano. O menino que a resgatou fez bem em usar um cano, pois evita o risco de um ataque, e entregar para os policiais. Precisa alertar que esse resgate nunca pode ser feito com as mãos", comenta o biólogo.

    Quanto ao desaparecimento da gata, Flávio explica que dependendo do tamanho da cobra, é possível que tenha se alimentado do felino. "Se a jiboia tiver mais de 1,5 metro pode ter comido a gata, mas é mais provável que ela tenha se assutado com a cobra e fugido da casa", finaliza Terassine.

     

    Fonte - G1/]RO

     
     
     
     
     
    Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
    Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08