• GIRO RAPIDO LAVA JATO
  • Instituto de Olhos Caius Prieto Ji-Parana
  • Materjipa Materiais para Construção
  • AABB-JIPA - Associação Atlética Banco do Brasil
  • Supermercado Irmãos Gonçalves
  • Nova Car
  • Odontologia Drº  Thiago Ribeiro
  • Governo de Rondonia
  • Viva Bela Cosméticos
  • Mercadão dos Óculos
  • Crescem casos de mortes no trânsito em Ji-Paraná

    Seja por imprudência ou por falta de revisão nos veículos, os acidentes de trânsito continuam aumentando, em Ji-Paraná. Média de quatro, são atendidos po...

    Policial
    2 minutos de leitura

    Paulo Portaljipa EM 27/08/2016 ÀS 17:06:08

    Crescem casos de mortes no trânsito em Ji-Paraná

    Seja por imprudência ou por falta de revisão nos veículos, os acidentes de trânsito continuam aumentando, em Ji-Paraná. Média de quatro, são atendidos por dia pela equipe do Corpo de Bombeiros, que de janeiro a agosto registrou 3,8 mil ocorrências, sendo 924 de acidentes no trânsito com 10 mortes nesses primeiros 235 dias do ano.

    Entre tantos abusos cometidos, a embriaguez ao volante, ultrapassagem em locais não permitidos, desrespeito a preferencial, com motoristas que furam o sinal e andam na contramão, são as mais comuns.

    Os agravantes incluem condutores, que dirigem falando ao celular ou que utilizam os aplicativos do WhatsApp e Facebook, quando dirigem provocando a falta de atenção ao volante. O resultado não poderia ser pior. Os acidentes aumentaram quase 30% este ano, quando comparado com o mesmo período de 2015.

    “Apesar do trabalho realizado pelos órgãos de trânsito e empresas, os acidentes continuam aumentando em relação a 2015 e 2014. Este ano já registramos 10 acidentes com vítimas fatais no Corpo de Bombeiros. Esses dados estatísticos são de ocorrências, que nós atendemos, os índices são bem maiores, porque não incluem os dados de outros órgãos”, ressaltou Dos Santos, comandante do Subgrupamento do Corpo de Bombeiros (SGB).

    Com base no monitoramento do SGB, grande parte dos acidentes ocorre no período das 17h às 18h e com maior frequência aos sábados. A avenida Transcontinental e na avenida com maior índice de acidentes, cerca de 10,93%, seguida da Brasil, Maringá e BR-364.

    Por decisão do Ministério Público, em reunião com a Polícia Militar, Rodoviária Federal, Autarquia Municipal de Trânsito, Detran e demais órgãos de segurança, ficou acordado que o município terá que apresentar em 45 dias uma propostas para reduzir os índices de acidentes.

    “A reunião foi solicitada pela própria Promotoria de Justiça, sobre o que poderíamos fazer para reduzir os índices de acidentes. O que se observou que é necessário inibidores de velocidade com lombadas eletrônicas para mudarmos esse quadro. O pessoal da PRF falou da possibilidade de mais lombadas, passarelas e iluminação pública na BR”, declarou Walter Leitão, presidente da AMT.




     

     

    Fonte - :Diário da Amazônia

    Fotográfo - Divulgação

     
     
     
     
     
    Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
    Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08