Portaljipa
  •  
  •  
  •  

Crápula, ex-namorado não queria assumir paternidade do filho e mandou matar ex-amada; ele e cúmplices estão presos

Policial

POR Paulo Portaljipa EM 21/09/2018 ÀS 09:00:00

Crápula, ex-namorado não queria assumir paternidade do filho e mandou matar ex-amada; ele e cúmplices estão presosTiago Floriano de Paula, dono de um lava-jato em Jaciara, não queria assumir a paternidade de um filho. Bolou um plano maquiavélico: mandou matar a ex-namorada, mãe da criança, que exigia que ele registrasse o menino. Agora vai passar uma temporada na cadeia, juntamente com dois de seus funcionários, que gananciosos não titubearam em cumprir o pedido do patrão e mataram Jakielly Pontos da Silva, 25 anos.

O crime aconteceu na quinta-feira da semana passada, por volta da 1 hora da madrugada, quando Jakielly, que trabalhava em uma loja de conveniência, em um posto de gasolina próximo a BR-364 deixava o trabalho e subia em sua moto para ir para casa ao encontro do filho. Foi quando João Vitor Pereira dos Santos, de 18 anos, e Gilmar Oliveira dos Anjos, de 25, funcionários de Tiago se aproximaram da jovem, que as conheciam, e deram vários tiros. Ela morreu no local.

Não foi difícil para a Polícia Civil de Jaciara descobrir a autoria do crime e que havia um mandante. Em conversas com a família de Jakielly souberam que Tiago Floriano, o ex-namorado, não aceitava assumir a paternidade do filho e vinha fazendo ameaças. Ele foi convidado a depor e, acabou confessando que era o mandante do crime e entregou seus funcionários, contratados para matar a ex-amada.
Tiago prometeu o pagamento de R$ 2 mil para João e R$ 1,5 mil para Gilmar. João Vitor confessou que atirou na jovem e Gilmar afirmou que pilotava a moto usada no assassinato.

24 Horas News
 
 
 
 
 
 
 
Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08
  •  
  •  
  • Portaljipa