Portaljipa
  •  
  •  

Após decreto de intervenção, PM monta barreira e fecha acesso aos presídios de Porto Velho

Policial

POR Paulo Portaljipa EM 25/01/2019 ÀS 13:36:29

Após decreto de intervenção, PM monta barreira e fecha acesso aos presídios de Porto Velho

Um dia depois do governador coronel Marcos Rocha (PSL) decretar uma intervenção em todos presídios estaduais, a Polícia Militar (PM) montou barreiras e proibiu o acesso de familiares de presos na estrada que fica em frente ao complexo de presídios em Porto Velho.

Nas primeiras horas desta sexta-feira (25), agentes da PM fizeram uma barreira a cerca de um quilômetro da unidade prisional da capital. Apenas agentes penitenciários e outros servidores podem ultrapassar a barreira para seguir até o Urso Branco.

Familiares de presos foram impedidos pelos policiais de seguir até os outros presídios localizados na Estrada da Penal.

Mulheres são impedidas de ir até a estrada que dá acesso aos presídios — Foto: Pedro Bentes/G1Mulheres são impedidas de ir até a estrada que dá acesso aos presídios — Foto: Pedro Bentes/G1Mulheres são impedidas de ir até a estrada que dá acesso aos presídios — Foto: Pedro Bentes/G1

Impedidas pela PM, mulheres de presos tiveram que voltar. Uma delas contou que o marido, preso em regime fechado no Urso Branco, está sem os medicamentos usados no tratamento de doença mental.

Mulheres de presos contam que estão sem qualquer informação dos maridos. Uma delas, que está com o marido preso no Aruana, contou que os telefones estão desligados.

Na quinta-feira (24) foi registrado um início de motim no Urso Branco, quando houve registro de objetos incendiados perto de celas. Do lado de fora, mulheres e mães de presos fizeram protesto por serem impedidas de levarem alimentos e remédios aos apenados.

No fim da tarde, Marcos Rocha divulgou um decreto entregando os presídios do estado ao Comando da PM, devido a uma mobilização grevista por parte dos agentes. A intervenção terá duração de 60 dias, podendo ser prorrogado.

Motim no Urso Branco

Detentos do regime fechado fizeram um motim no presídio Urso Branco em Porto Velho, na quinta-feira (24). Os presos se rebelaram porque mães e esposas não conseguiram fazer visitas devido a uma mobilização dos agentes penitenciários.

Do lado de fora do presídio, mulheres de presos bloquearam dois pontos na Estrada da Penal, onde fazem um manifesto durante todo o dia.

Durante a quinta-feira foi ateado fogo em objetos no presídio da capital. Não foi divulgado se alguém se feriu.


 

Fonte - G1/]RO

 
 
 
 
 
 
Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08
  •  
  •  
  • Portaljipa