• Dr. Flavio Carlos Otorrinolaringologia
  • Chácara da Sefin
  • Materjipa Materiais para Construção
  • Universidade Unopar Polo Ji-Paraná
  • Auto Escola Norte
  • Viva Bela Cosméticos
  • Odonto Malini
  • Faculdade UNIJIPA
  • Venezuela posiciona mísseis na fronteira e reforça presença militar na fronteira com o Brasil

    Mundo
    3 minutos de leitura

    Paulo Portaljipa EM 22/02/2019 ÀS 15:24:33

    Venezuela posiciona  mísseis na fronteira e reforça presença militar na fronteira com o BrasilO governo Maduro posicionou o Sistema de Mísseis de Defesa Aérea S-300VM (foto ao lado) próximo à fronteira com o Brasil, em Roraima, segundo informou com exclusividade, há pouco, o site Defesanet, editado por Nelson During no RS. É a segunda ação após anunciar o fechamento da fronteira com o Brasil, o que ocorreu às 20 horas desta quinta-feira.


    Segundo a plotagem que DefesaNet recebeu, a posição onde o sistema S-300 foi posicionado é a região do Aeropuerto de Santa Elena de Uairén, que dista da cidade fronteiriça de Pacaraima, Estado de Roraima, cerca de 11km.

    A Venezuela possui 3 Sistemas de Defesa Aérea S-300, que inclui lançadores, sistemas de radares e apoio. Trazer um sistema estratégico tão valioso para uma posição de fronteira tem um caráter provocativo.

    Venezuela reforça presença militar na fronteira com o Brasil


    Venezuela está reforçando a presença militar na fronteira com o Brasil. Moradores do estado venezuelano de Bolívar registraram nas redes sociais a movimentação de veículos militares na região de Santa Elena de Uairén, cidade que faz fronteira com Pacaraima, em Roraima.

    A movimentação de tropas e equipamentos do lado venezuelano aumentou horas depois do anúncio do governo brasileiro de montar uma força-tarefa de ajuda humanitária à Venezuela, respondendo à solicitação do auto-declarado presidente Juan Guaidó.

    As fotos feitas por um morador de Santa Elena mostram caminhões da Força Armada Nacional da Venezuela levando veículos blindados e tanques leves em direção à fronteira com o Brasil.

    Na quarta-feira (20), movimentos chavistas realizaram um grande ato em favor do presidente Nicolás Maduro também no estado de Bolívar, considerado estratégico por conta da fronteira com o Brasil e também com a Guiana.

    Ajuda deve chegar no sábado

    A previsão dos venezuelanos é que a ajuda humanitária vinda do Brasil deve chegar à fronteira no sábado (23). Nas redes sociais, há várias convocações para que voluntários se desloquem até a fronteira para apoiar o ingresso do material ao país inclusive a pé, já que se prevê que as forças pró-Maduro tentem fechar as passagens.

    De acordo com veículos locais, diversos deputados venezuelanos já se dirigiram à fronteira para também ajudar na recepção da ajuda humanitária vinda do Brasil. Lideranças indígenas Pemon e o prefeito de outra cidade fronteiriça, Gran Sabana, afirmam que auxiliarão no processo.

     

    Fonte - Das Agências

     
     
     
     
     
    Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
    Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08