• AABB-JIPA - Associação Atlética Banco do Brasil
  • Esmalteria Nacional
  • Instituto de Olhos Caius Prieto Ji-Parana
  • Viva Bela Cosméticos
  • Grelhados Amburgueria
  • Supermercado Irmãos Gonçalves
  • Odontologia Drº  Thiago Ribeiro
  • Nova Car
  • Governo de Rondonia
  • Materjipa Materiais para Construção
  • Pompeo apoia menor dependência dos EUA e do Brasil de exportações chinesas

    Mundo
    3 minutos de leitura

    Paulo Portaljipa EM 19/10/2020 ÀS 18:35:04

    Pompeo apoia menor dependência dos EUA e do Brasil de exportações chinesas


      Nesta segunda-feira (19), durante cúpula virtual sobre o aumento da cooperação EUA-Brasil, o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, afirmou que os Estados Unidos e o Brasil precisam diminuir sua dependência de importações chinesas . De acordo com Pompeo, tal diminuição presa pela própria segurança dos dois países, uma vez que ambos estão reforçando sua parceira comercial.

    A cúpula foi organizada pela Câmara de Comércio dos EUA e tratava da cooperação com a meta de recuperar as economias brasileira e estadunidense pós-pandemia. 

    Durante o evento, Pompeo destacou que é crucial ampliar os laços econômicos bilaterais devido aos “riscos enormes”, como ele definiu, originados pela grande participação da China nas duas economias.


    “Na medida em que podemos encontrar maneiras de aumentar o comércio entre nossos dois países, podemos diminuir a dependência de cada uma de nossas duas nações de itens essenciais saídos da China”, afirmou.

    Pompeo destacou que tal estratégia trará benefícios aos dois países. “Cada um de nossos dois povos ficará mais seguro, e cada uma de nossas duas nações será muito mais próspera, seja daqui a dois, cinco ou 10 anos”, disse.


    O governo de Donald Trump tenta fortalecer os laços com o Brasil, com o objetivo de criar um contrapeso à China. O país asiático por sua vez está aberto a obter alguma vantagem no que enxerga como uma disputa pelo “ Grande Poder ”.


    Quanto ao Brasil, a tendência do presidente Jair Bolsonaro é de seguir o combinado, entretanto há um dificultador na relação: a China é a maior parceira comercial do Brasil, sendo a maior importadora de soja e minério de ferro brasileiros.


    Os Estados Unidos pediram a Bolsonaro que impeça que as empresas brasileiras de telecomunicações comprem equipamentos de 5G da chinesa Huawei Technologies Co Ltd. A decisão de proibir ou não essa compra ainda não foi tomada.


    Bolsonaro, durante a cúpula, anunciou três acordos com Washington para a garantia de práticas comerciais eficientes e auxiliar o combate à corrupção. O pacote tem como objetivo a desburocratização, beneficiando os investimentos e o comércio.


    O presidente brasileiro aproveitou a ocasião para ressaltar o ótimo momento das relações entre Brasil e Estados Unidos. Bolsonaro reforçou mais uma vez o objetivo de fazer o país entrar para a Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE).


    Pompeo comentou sobre a proximidade entre o Brasil e a OCDE , afirmando que o país está cada vez mais perto da filiação e que os EUA apoiam esse ingresso. “Queremos que isto aconteça o mais rápido que pudermos”, disse o secretário.


    O Banco de Exportação e Importação dos EUA apoiará, neste ano, projetos no Brasil, avaliados em 450 milhões de dólares .

    A Corporação Financeira dos EUA para Desenvolvimento Internacional, segundo Pompeo, planeja investimentos de um bilhão de dólares em projetos no país.

     

    Fonte - Fonte: undefined - iG @ https://economia.ig.com.br/2020-10-19/pompeo-apoia-menor-dependencia-dos-eua-e-do-brasil-de-exportacoes-chinesas.html?utm_source=pushnews&utm_medium=pushnotification

     
     
     
     
     
     
     
     
    Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
    Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08