• Viva Bela Cosméticos
  • Odontologia Drº  Thiago Ribeiro
  • Supermercado Irmãos Gonçalves
  • Q FOME
  • AABB-JIPA - Associação Atlética Banco do Brasil
  • Materjipa Materiais para Construção
  • Forças Armadas da Venezuela vão escoltar petroleiros enviados pelo Irã

    Forças armadas da Venezuela escoltarão navios enviados pelo Irã ao país, diz ministro da Defesa

    Mundo
    2 minutos de leitura

    Paulo Portaljipa EM 22/05/2020 ÀS 13:48:59

    Forças Armadas da Venezuela vão escoltar petroleiros enviados pelo Irã


    As forças naval e aérea da Venezuela escoltarão os navios carregados de combustível enviados pelo Irã ao país sul-americano, disse Vladimir Padrino, ministro da Defesa da ditadura chavista, na televisão estatal nesta quarta-feira (20).


    Os militares venezuelanos acompanharão os petroleiros assim que eles entrarem na zona econômica exclusiva do país, disse Padrino. Os cinco navios estão transportando cerca de 1,5 milhão de barris de combustível e atravessaram o Canal de Suez nas duas primeiras semanas de maio, noticiou a Reuters, com base em dados de sites de monitoramento de tráfego marítimo.


    As embarcações devem chegar à Venezuela entre o final de maio e o início de junho.



    Mais cedo, Juan Guaidó, reconhecido como presidente interino da Venezuela por dezenas de países, havia dito que o regime de Nicolás Maduro pagou 'com ouro e sangue' o envio dessa carga.


    O envio do combustível faz parte de um acordo de US$ 900 milhões, pagos com ouro da Venezuela ao Irã, segundo a imprensa internacional.


    Guaidó acusa o regime de Maduro de extração ilegal de ouro venezuelano, para ser convertido em fonte de rendas para Caracas. As extrações de ouro nas florestas do sul do país estariam fomentando a violência na região, com disputas territoriais entre gangues.


    'Estão pagando essa gasolina com ouro de sangue, sem contratação e aprovação do Parlamento nacional', acusou o líder oposicionista em videoconferência organizada por um think tank americano nesta quarta-feira.


    'Estamos muito preocupados com a segurança dos venezuelanos e da América Latina por essa tentativa de presença iraniana em nosso solo', afirmou Guaidó.'

     

    Fonte - Das Agencias

     
     
     
     
     
    Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
    Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08