Portaljipa
  •  
  •  

Confidencial? O (in)discreto bloco de notas de conselheiro de Trump, diz que enviará cinco mil soldados para a Colômbia

Mundo

POR Paulo Portaljipa EM 29/01/2019 ÀS 15:15:55

Confidencial? O (in)discreto bloco de notas de conselheiro de Trump, diz que enviará cinco mil soldados para a Colômbia   O conselheiro principal de segurança dos Estados Unidos deixou-se fotografar com o seu bloco de notas bem visível.

John Bolton, o experiente conselheiro de Trump em matéria de segurança, marcou esta segunda-feira presença em Washington para uma conferência de imprensa com a crise na Venezuela em plano de fundo.

Os repórteres de imagem presentes captaram o bloco de notas amarelo que Bolton levava consigo e onde constavam duas frases apenas, uma relativa a negociações no Afeganistão, a outra - e que está a gerar debate - que parece sugerir o envio de cinco mil militares norte-americanos para a Colômbia, país vizinho da Venezuela, que também já declarou apoio ao autoproclamado presidente interino da Venezuela, Juan Guiadó.

Saliente-se que os EUA têm aumentado as sanções à Venezuela de Nicolás Maduro. Enquanto na União Europeia se pressiona para eleições livres, Rússia, Turquia, Cuba e China estão com o regime de Maduro ao passo que EUA, Brasil e vários outros países latino-americanos - entre eles a Colômbia - declararam desde cedo apoio ao presidente interino.

Donald Trump já tinha mencionado que "todas as hipóteses estão em cima da mesa", relativamente ao que os EUA ponderavam fazer em relação à Venezuela. O que quer dizer que a possibilidade de uma intervenção militar não estava colocada de parte.

Com este episódio, Bolton parece ter sido fotografado a exibir informação confidencial.

Eis o que se lê na imagem que pode ver abaixo: “Afghanistan -> Welcome the Talks,” (Afeganistão - conversas bem-vindas, uma aparente referência a negociações de paz com os talibãs). E "5,000 troops to Colombia" (cinco mil tropas para a Colômbia). 

Notícias ao MinutoIntencional ou não, bloco de notas de John Bolton está a gerar debate© Reuters

Segundo o Washington Post, ninguém no Pentágono recebeu ordens para a preparação de tropas para a Colômbia.

Embora a administração de Trump tenha contado com alguns momentos marcantes em conferências de imprensa, há quem estranhe John Bolton ter sido tão notoriamente descuidado com o que aparenta ser informação confidencial.

Não é claro se Bolton pondera de facto a hipótese de enviar tropas para a Colômbia, vizinha da Venezuela. Da mesma forma, também não ficou claro se Bolton foi descuidado ou queria parecer descuidado com o que anotara no seu bloco de notas.

Já após a conferência de imprensa, e numa altura em que as imagens do bloco de notas já circulavam nos media e redes sociais, Bolton recorreu ao Twitter para falar de Maduro, para dizer que os EUA continuavam ativamente a cortar as ligações do regime de Maduro às fontes de receita, ao mesmo tempo que davam apoio a Juan Guaidó.

 

Fonte - Das Agências

 
 
 
 
 
 
Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08
  •  
  •  
  • Portaljipa