• Materjipa Materiais para Construção
  • Viva Bela Cosméticos
  • Auto Escola Norte
  • Expojipa2 019
  • Universidade Unopar Polo Ji-Paraná
  • Odonto Malini
  • Chácara da Sefin
  • Dr. Flavio Carlos Otorrinolaringologia
  • Ciberataques em larga escala atingem empresas no mundo e afetam Brasil

    Nas telas de computadores das firmas apareceram mensagens pedindo o pagamento de um resgate em bitcoins São Paulo — Alguns sites de órgãos do governo no Brasil foram suspen...

    Mundo
    2 minutos de leitura

    Paulo Portaljipa EM 12/05/2017 ÀS 22:00:36

    Ciberataques em larga escala atingem empresas no mundo e afetam Brasil

    Nas telas de computadores das firmas apareceram mensagens pedindo o pagamento de um resgate em bitcoins


    São Paulo — Alguns sites de órgãos do governo no Brasil foram suspensos como precaução após um ataque hacker de larga escala que atingiu 74 países ao redor do mundo.


    Em São Paulo, o Ministério Público e do Tribunal de Justiça tiraram seus sites do ar preventivamente. Não existe registro de ataque no estado. De acordo com o site G1, a atitude foi meramente preventiva. No Ceará, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), suspendeu atendimento e desligou computadores de 90 agências, também de acordo com o G1.


    O ataque, que começou na manhã desta sexta-feira, atingiu países como Espanha, Reino Unido, Estados Unidos e Itália. Na Espanha, a Telefónica foi uma das principais afetadas.


    “Não é possível ainda saber quem promoveu o ataque e estamos trabalhando fortemente para bloqueá-lo”, afirmou a EXAME.com Fernando Mercês, pesquisador sênior da empresa de segurança virtual Trend Micro.

    O sistema de saúde do Reino Unido foi uma das grandes vítimas dos hackers. O ataque, do tipo ransomware, “sequestra” o computador e exige o pagamento de um resgate para que ele volte a funcionar.


    A Kaspersky, empresa russa de segurança, estima que mais de 45 mil ataques, em 74 diferentes países, tenham sido bloqueados.


    Acredita-se que o ataque explore uma vulnerabilidade do Microsoft Windows. O problema é que a Microsoft já liberou uma atualização de segurança que corrige o problema em março deste ano. As vítimas do ataque, em teoria, seriam computadores que estão desatualizados.


    “O WannaCry explorou as empresas que não atualizaram o seu Windows e agora, essas mesmas estão sendo vítimas do ataque. Para se prevenirem, é preciso aplicar a correção”, afirma Mercês.


    Um mapa do ataque mostra que ele se concentrou em países europeus–Rússia é um dos principais locais com ocorrências. China e Estados Unidos também concentraram uma quantidade razoável de casos. A ameaça foi identificada por especialistas como sendo o vírus WannaCry.


    “O prejuízo é enorme para as empresas pois, além de parar as operações, elas têm seus dados encriptados e terão que pagar alto valor ao sequestradores virtuais, normalmente fixado em 300 dólares americanos para cada computador afetado”, afirma Mercês.

     

    Fonte - Das Agências

    Fotográfo - Divulgação

     
     
     
     
     
    Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
    Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08