• Dr. Flavio Carlos Otorrinolaringologia
  • Odonto Malini
  • Chácara da Sefin
  • Materjipa Materiais para Construção
  • Auto Escola Norte
  • Expojipa2 019
  • Viva Bela Cosméticos
  • Universidade Unopar Polo Ji-Paraná
  • Dezena de pessoas participam de expedição de limpeza e conscientização do rio em Ji-Paraná, RO

    Voluntários descem cerca de 60 quilômetros limpando as margens do Rio Machado. Equipe saiu na manhã deste sábado (23), acampam na mata e retorna no domingo (24).

    Meio Ambiente
    3 minutos de leitura

    Paulo Portaljipa EM 23/09/2017 ÀS 23:09:46

    Dezena de pessoas participam de expedição de limpeza e conscientização do rio em Ji-Paraná, RO

    O voluntários, acadêmicos, biólogos, professores, participam durante este fim de semana na Expedição Rosa Reis, no Rio Machado em Ji-Paraná (RO), a cerca de 370 quilômetros de Porto Velho. Cerca de 15 barcos descem o rio neste sábado (23) por 60 quilômetros até a região do Poção, onde acampam e retornam na manhã de domingo (24).

    No total, cerca de 50 pessoas participam da ação. De acordo com a fiscal ambiental do município e bióloga Cleuza Aparecida Almeida, que participa pela segunda vez de uma expedição de conscientização e ação em defesa do meio ambiente, o ponto de apoio, conhecido como poção, é o local com maior concentração de espécie nativa da região.

    "Como bióloga, a gente entende que este trabalho tem que ser constante. Muitas pessoas acham que é bobagem isso, mas, todo lixo que a gente retira é um lixo a menos. Se deixamos esse lixo, quando ele chega no poção para lá e contamina o local", explica.

    Expedição percorre 60 quilômetros pelo Rio Machado, em Ji-Paraná (Foto: Pâmela Fernandes/G1)Expedição percorre 60 quilômetros pelo Rio Machado, em Ji-Paraná (Foto: Pâmela Fernandes/G1)

    Expedição percorre 60 quilômetros pelo Rio Machado, em Ji-Paraná (Foto: Pâmela Fernandes/G1)

    Segundo a bióloga, os grandes parceiros da defesa do meio ambiente são os pescadores e também a comunidade ribeirinha. A bióloga explica também que durante todo o ano é trabalhado a importância de cuidado do rio e limpeza.

    “Eles são os mais preocupados com os nossos rios. Muita gente confunde achando que os ribeirinhos são os que mais poluem e na verdade não são. Eles são muito preocupados com esta conservação, pois dependem do rio para sobreviver”, explica a bióloga.

    De acordo com presidente da Colônia dos Pescadores, Manoel Batista Dantas, cerca de 60 quilômetros devem ser percorridos até o fim da tarde, pois os barcos vão parando para recolher os lixos que estão na beira do rio.

    "É um serviço um pouco demorado. Saímos hoje, acampamos no poção e o retorno é amanhã. É uma grande parceria, vários voluntários, e se não for por isso, não conseguimos realizar este trabalho”, diz Batista.

    O coordenador de educação da Sedam, Claudio Duarte, explica que as equipes estão preparadas com materiais para coleta de lixo e também de conscientização.

    Limpeza das margens e conscientização serão feitos pela equipe (Foto: Pâmela Fernandes/G1)Limpeza das margens e conscientização serão feitos pela equipe (Foto: Pâmela Fernandes/G1)

    Limpeza das margens e conscientização serão feitos pela equipe (Foto: Pâmela Fernandes/G1)

    “Nesta época, muitas pessoas saem para acampar à beira dos rio. Vamos trabalhar apenas a conscientização sobre os cuidados o lixo e também com o fogo. Mas, a Polícia Ambiental também está nos acompanhando, caso haja alguma necessidade”, afirma Duarte.

    Expedição

    De acordo com a equipe, o nome da expedição Rosa Reis é em homenagem a uma diretora do Meio ambiente, Rosângela Reis, que trabalhou por 12 anos lutando pelo ambiente. Durante o acampamento, serão plantadas árvores e apresentado o todo o trabalho dela em homenagem à diretora que morreu há dois anos em Ji-Paraná.

     

    Fonte - G1

     
     
     
     
     
    Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
    Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08