• Odonto Malini
  • Universidade Unopar Polo Ji-Paraná
  • Chácara da Sefin
  • Dr. Flavio Carlos Otorrinolaringologia
  • Materjipa Materiais para Construção
  • Viva Bela Cosméticos
  • Auto Escola Norte
  • Expojipa2 019
  • Porto Velho: Polícia Civil captura condenados da Operação Las Vegas

    Nesta noite de sexta-feira, 19.08, a Polícia Civil efetuou a prisão de dois condenados da Operação Las Vegas.   Com o posicionamento do plenário do STF, combi...

    Judiciário
    2 minutos de leitura

    Paulo Portaljipa EM 20/08/2016 ÀS 12:50:17

    Porto Velho: Polícia Civil captura condenados da Operação Las Vegas

    Nesta noite de sexta-feira, 19.08, a Polícia Civil efetuou a prisão de dois condenados da Operação Las Vegas.


     


    Com o posicionamento do plenário do STF, combinado com o art. 637 do CPP, indicando que os recursos especial ou extraordinário não possuem efeito suspensivo, a 2ª Câmara Especial do Tribunal de Justiça de Rondônia julgou a apelação criminal, condenando em 2º grau Vicente Ferreira França e Ivan da Costa Aguiar, e expediu os respectivos mandados de prisão na quinta-feira, 18.08.


     


    Assim que recebeu as ordens judiciais, policiais civis da Polinter – Delegacia Especializada em Interestadual e de Capturas, passaram a realizar diligências que culminaram na localização e prisão dos nominados.


     


    Ivan da Costa Aguiar foi condenado à 6 anos de reclusão e 3 meses de prisão simples, bem como à pena de 260 dias-multa, ao valor unitário de R$ 67,80 reais, totalizando R$ 17.628,00 reais.


     


    Vicente Ferreira França foi condenado à 6 anos de reclusão e 1 ano e 3 meses de prisão simples, e ainda à pena de 260 dias-multa, ao valor unitário de R$ 113,00 reais, totalizando R$ 29.380,00 reais.


     


    Entenda o caso


     


    Em 2012, a Polícia Civil em Rondônia deflagrou a Operação Las Vegas e investigou um esquema de exploração de jogos de azar, quadrilha armada, corrupção ativa e passiva, concussão, contrabando, crime contra a economia popular, entre outros, cujo inquérito policial presidido pelo então Grupo de Combate ao Crime Organizado (posteriormente transformado na Delegacia de Repressão as Ações Criminosas Organizadas) desarticulou o grupo criminoso e gerou o processo número 0005857-10.20118.22.0501, com várias condenações e prisões.




    -- 






     

    ASCOM/PCRO 




     

    Fonte - Assessoria

    Fotográfo - Divulgação

     
     
     
     
     
    Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
    Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08