• Universidade Unopar Polo Ji-Paraná
  • Chácara da Sefin
  • Odonto Malini
  • Materjipa Materiais para Construção
  • Expojipa2 019
  • Viva Bela Cosméticos
  • Dr. Flavio Carlos Otorrinolaringologia
  • Auto Escola Norte
  • Funaro pagou cerca de R$ 56,9 milhões a Cunha após início da Lava Jato

    Judiciário
    2 minutos de leitura

    Paulo Portaljipa EM 18/09/2017 ÀS 15:56:01

    Funaro pagou cerca de R$ 56,9 milhões a Cunha após início da Lava Jato

    O doleiro Lúcio Funaro, que no último mês firmou acordo de colaboração premiada com a Procuradoria-Geral da República (PGR), pagou R$ 56,9 milhões ao ex-deputado Eduardo Cunha, mesmo após o início da operação Lava Jato, em 2014.

    A Polícia Federal (PF) chegou à informação por meio de planilhas referentes ao pagamento de propina a políticos, apreendidas na casa da irmã de Funaro, que é apontado como operador financeiro do PMDB na Câmara.

    Os documentos foram apreendidos por ordem do juiz Vallisney Oliveira, da 10ª Vara Federal de Brasília.

    Apelidado do "Bob", Cunha teria recebido R$ 1,3 milhão, quando ainda era o presidente da Câmara dos Deputados, em 2015.

    Ainda conforme os documentos, a maior parte do dinheiro foi entregue em espécie, a auxiliares do ex-deputado. Entre os citados estão Altair Pinto, Claudio Fernando Barbosa e Sidney Roberto Szabo. Funaro também usava empresas e "laranjas" para fazer o repasse de propina.

    "Não podemos afirmar que as mesmas correspondem ao total das entregas de dinheiro efetuadas, mas apenas as localizadas até o presente momento", diz o relatório da PF de 184 páginas datado do último dia 4.

    De acordo com informações da Folha de S. Paulo, as provas foram anexadas à denúncia feita, na semana passada, pelo então procurador-geral da República, Rodrigo Janot, contra o que chamou de "quadrilha do PMDB".

    As planilhas registram pagamentos de Funaro para Cunha desde 2011. Daquele ano até 2015, há anotações de pagamentos de R$ 89 milhões para Cunha, incluídos cerca de R$ 7 milhões pagos a outros políticos, mas que Funaro considerou como recursos de Cunha, pois teriam ocorrido a pedido do ex-deputado.

     

    Fonte - Noticiasaominuto

     
     
     
     
     
    Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
    Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08