• Universidade Unopar Polo Ji-Paraná
  • Auto Escola Norte
  • Faculdade UNIJIPA
  • Reveillon do Vera
  • Zoo Fest
  • Viva Bela Cosméticos
  • Chácara da Sefin
  • Materjipa Materiais para Construção
  • Dallagnol tentou investigar Dias Toffoli, apontam mensagens

    Judiciário
    2 minutos de leitura

    Paulo Portaljipa EM 01/08/2019 ÀS 17:13:53

    Dallagnol tentou investigar Dias Toffoli, apontam mensagens

    Congresso em Foco – O procurador Deltan Dallagnol, coordenador da Força-Tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba, tentou investigar e obter informações pessoais sobre o ministro Dias Toffoli e sua mulher, em 2016, quando Toffoli já era presidente do Supremo Tribunal Federal. As informações foram publicadas em reportagem do jornal Folha de S. Paulo e do site The Intercept Brasil, com base nas mensagens trocadas pelo procurador em aplicativos de conversa e vazadas para a imprensa.


    A intenção de Deltan Dallagnol era estabelecer uma relação entre o presidente do Supremo e a construtora OAS, que na época negociava um acordo de colaboração premiada. O procurador sugeriu investigações aos colegas, com base na informação indicada pelos advogados da empresa de que a construtora tinha participado de uma reforma na casa do ministro em Brasília.

    Por lei, ministros do STF não podem ser investigados por procuradores de primeira instância, mas apenas pela Procuradoria Geral da República, como menciona o próprio Dallagnol, em mensagens trocadas com assessores de gabinete da PGR, na época chefiada por Rodrigo Janot. “Queria refletir em dados de inteligência para eventualmente alimentar Vcs”, escreveu o procurador. “Sei que o competente é o PGR rs, mas talvez possa contribuir com Vcs com alguma informação, acessando umas fontes”, disse Dallgnol para um assessor de Janot, se referindo a possibilidade de investigar Dias Toffoli.

    A reportagem destaca ainda que Dallagnol mencionou que a Receita Federal estava levantando dados sobre os pagamentos recebidos pelo escritório de advocacia da esposa do presidente do Supremo Tribunal Federal. No período em que o interesse por Toffoli surgiu, o ministro tinha proferido duas decisões que contrariavam a Operação Lava Jato. Dois procuradores chegaram a publicar artigo na Folha de S. Paulo criticando o ministro.

     

    Fonte - Das Agências

     
     
     
     
     
    Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
    Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08