Saúde de Ji-Paraná avança com o fortalecimento da Atenção Básica

Geral
3 minutos de leitura

Paulo Portaljipa EM 04/07/2018 ÀS 16:59:44

Saúde de Ji-Paraná avança com o fortalecimento da Atenção Básica


 O auditório do Instituto Federal de Rondônia (IFRO), ficou lotado com a presença de diversos servidores da saúde dos municípios de Ji-Paraná, Urupá, Presidente Médici, Ouro Preto e Teixeirópolis. Eles participam hoje (4) e amanhã (5) da 2ª Oficina teórica sobre implantação da Planificação da Atenção Primária à Saúde nos municípios de Rondônia.

 

O evento é organizado pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), Governo do Estado e Prefeitura Municipal de Ji-Paraná, em parceria com as secretarias de saúde dos municípios envolvidos.

 

De acordo com a coordenadora da planificação na Região Central de Rondônia, Ângela Ribeiro de Souza, esta é a segunda das seis oficinas que serão realizadas até dezembro. “O objetivo é melhorar a gestão e organização da saúde dos municípios. As capacitações estão ajudando aos servidores da saúde a entender como participar desse processo de melhorias na Rede Básica e Especializada”, explicou.

 

Ji-Paraná já está colhendo bons frutos dessa reestruturação. Até dezembro irá implantar o Centro Especializado Materno Infantil na Unidade Básica de Saúde BNH Mulher. O local está sendo preparado para receber aproximadamente 900 gestantes que precisam de cuidado especializado ou correm risco de apresentar problemas na gestação. Segundo o diretor da Atenção Básica de Ji-Paraná, Bruno César, o prédio está recebendo reforma, equipamentos especializados, novas mobília e climatização.

 

“Seremos uma referência em Rondônia, pois atenderemos gestantes e crianças de até dois anos de Ji-Paraná e 16 municípios da Região Central e Vale do Guaporé. Ofereceremos vários especialistas como médicos pediatras, obstetras, psicólogos e assistentes sociais”, esclareceu Bruno César.

 

Para o Delegado Regional de Saúde, Ivo da Silva, Rondônia está vivendo um momento histórico na saúde pública. “Estamos investindo fortemente na Atenção Básica, o gigante do Sistema Único de Saúde. E tudo isso refletirá na qualidade de vida da população. Estaremos atendendo, orientando e cuidando do paciente antes que ele precise do atendimento nos hospitais. A prevenção é uma estratégia importante”, disse Ivo da Silva.

 

Para a assessora da Secretaria de Saúde de Ji-Paraná, Franciane Brasil, o município já investiu muito na saúde, mas a planificação vai dar mais condições de resolver os problemas da população.

 

“O SUS é muito bonito no papel, mas na prática encontramos muitos desafios. Então, o objetivo de toda essa capacitação é dar condições para que nossos servidores atendam de maneira assertiva aos pacientes, por meio da integração entre as Unidades Básicas de Saúde e a Rede Especializada”, ressaltou Franciane.

 

A Facilitadora do Conselho Nacional dos Secretários de Saúde, Rosane de Lucca, elogiou a atuação dos municípios envolvidos na Planificação e o comprometimento dos profissionais. “Só conseguiremos colocar esse processo de melhorias em prática se todos somarem esforços. Temos até dezembro para implantar uma nova maneira de fazer saúde no Estado. Rondônia é um dos 10 estados brasileiros que está encarando esse grande desafio. E muito bem por sinal”, acrescentou Rosane.



 

Fonte - Assessoria

 
 
 
 
 
Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08