• Materjipa Materiais para Construção
  • Morena Bonita Salão de Beleza
  • Odontologia Drº  Thiago Ribeiro
  • Governo de Rondonia
  • Grelhados Amburgueria
  • Viva Bela Cosméticos
  • Mercadão dos Óculos
  • GIRO RAPIDO LAVA JATO
  • Instituto de Olhos Caius Prieto Ji-Parana
  • Nova Car
  • RIO MACHADO - INTENSO INVERNO DEIXA RIBEIRINHOS EM ALERTA EM JI-PR

    Ás intensas chuvas dessa época do ano, especialmente, na região central de Rondônia, já deixa centenas de famílias e autoridades em alertas no município...

    Geral
    2 minutos de leitura

    Paulo Portaljipa EM 29/01/2017 ÀS 23:58:55

    RIO MACHADO - INTENSO INVERNO DEIXA RIBEIRINHOS EM ALERTA EM JI-PR

    Ás intensas chuvas dessa época do ano, especialmente, na região central de Rondônia, já deixa centenas de famílias e autoridades em alertas no município de Ji-Paraná. Nos últimos dias têm chovido bastante, e a preocupação maior é com cheia que vem aumentando nas cabeceiras do Rio Machado que ficam situados nas cidades de Cacoal e Pimenta Bueno. Diariamente, o nível do rio é monitorado o temor é que a cheia de 2017 seja maior que a do ano passado.


    De acordo com o responsável pela medição do nível do Rio Machado, em Ji-Paraná, Luceni Saldanha informou ontem que este ano, o volume de água já chegou aos 9,10cm, ainda considerado normal. Ele explicou que as chuvas registradas somente na região do município, não influir na elevação do nível, resultando apenas em pontos de alagamentos da cidade, especialmente, nos bairros vistos áreas mais baixas. “Acredito que em mais um mês, o nível do Machado se aproxime dos 10 metros”, concluiu. Luceni Saldanha envia diariamente o nível para a Agência Nacional de Águas (ANA) do governo Federal.



     


     


    Bombeiros


    Ontem, o comandante do Corpo de Bombeiros de Ji-Paraná, tenente BM Dos Santos disse que no momento o período de chuvas, ainda não representa qualquer risco de cheia total do Rio Machado. Mesmo assim, ele alerta as famílias ribeirinhas para que não deixar, primeiro, a água subir para só depois sair de suas casas. Dos Santos ainda disse que as chuvas que caem na área de Ji-Paraná representam sim, também alerta às famílias que residem às margens do Canal Dois de Abril que corta diversos bairros do primeiro distrito da cidade. “A cheia desse canal, geralmente, resulta em grandes alagamentos”, lembrou.


    A reportagem procurou ouvir algum representante do Conselho Municipal de Defesa Civil (Comdec), mais não obteve êxito. A informação conseguida foi que o conselho está sem presidente nomeado desde o trimestre do ano passado.


     

    Fonte - Diário da Amazônia

    Fotográfo - Divulgação

     
     
     
     
     
    Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
    Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08