Portaljipa
  •  
  •  

Idosos de Ji-Paraná discutem políticas públicas em Conferência

Geral

POR Paulo Portaljipa EM 31/05/2019 ÀS 16:14:16

Idosos de Ji-Paraná discutem políticas públicas em Conferência


 

Como envelhecer bem no século XXI? Este foi um dos principais temas abordados durante as palestras e debates na IV Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa em Ji-Paraná.

O evento realizado hoje (31), no Centro de Convivência do Idoso, foi uma parceria entre o Conselho Municipal da Pessoa Idosa (CMPI) e a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas).

Participaram da conferência pessoas idosas, representantes da sociedade civil, lideranças comunitárias, representantes do poder público, instituições públicas, movimentos e organizações não governamentais que prestam atendimento ou atuam na defesa de direitos dos idosos.

“O objetivo foi reunir pessoas engajadas para avaliar a efetividade das ações em execução, discutir e propor medidas que garantam os direitos fundamentais como saúde, assistência social, previdência, moradia, transporte, educação, cultura, esporte e lazer”, disse a secretária municipal de Assistência Social, Sônia Reigota.

A presidente do Conselho Municipal da Pessoa Idosa, Carla Rozana, disse que as conferências são importantes para que os idosos sejam ouvidos e tenham participação ativa nas decisões sobre as políticas públicas voltadas para a melhor idade.

“Fiquei feliz em ver a participação dos idosos nesta conferência. As decisões e propostas feitas aqui serão encaminhadas para a Conferência Estadual dos Direitos da pessoa idosa”, explicou a presidente do CMPI.

Uma das palestrantes foi a Promotora de justiça, Josiane Rossi, que explicou sobre os direitos da pessoa idosa e os desafios de aprender a lidar com a velhice.

“Infelizmente, percebemos que as famílias não estão preparadas para acolher os seus idosos, e aí temos vários problemas. Por isso a Conferência é importante. Às vezes trabalhamos individualmente e acabamos esquecendo as políticas públicas. Quando a gente trabalha de forma coletiva, alcançamos um número maior de pessoas e garantimos melhor os direitos delas”, finalizou a promotora de justiça.


 
 
 
 
 
 
 
Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08
  •  
  •  
  • Portaljipa