• Chácara da Sefin
  • Expojipa2 019
  • Odonto Malini
  • Auto Escola Norte
  • Materjipa Materiais para Construção
  • Dr. Flavio Carlos Otorrinolaringologia
  • Viva Bela Cosméticos
  • Universidade Unopar Polo Ji-Paraná
  • Finanças e Segurança Pública propõem mapeamento de fluxos diários e suplementos de fundos em Rondônia

    Geral
    2 minutos de leitura

    Paulo Portaljipa EM 26/04/2019 ÀS 15:17:25

    Finanças e Segurança Pública propõem mapeamento de fluxos diários e suplementos de fundos em Rondônia

    Controladoria Geral do Estado (CGE) e unidades setoriais das secretarias alinharam trabalho conjunto para implementar em Rondônia o sistema de controle adequado a padrões internacionais.

    “A auditoria interna é baseada em riscos e avaliação dos procedimentos de controle”, disse quinta-feira (25) o controlador Francisco Neto, durante reunião com auditores das secretarias estaduais de Finanças (Sefin) e de Defesa, Segurança e Cidadania (Sesdec).

    Responsáveis pelo controle interno na Sefin e Sesdec apresentaram à CGE propostas de mapeamento de fluxos diários e suplementos de fundos e elaboraram portarias disciplinando esses fluxos com base na metodologia Coso*.

    Nesse mesmo caminho estão as Secretarias de Agricultura, Saúde e de Desenvolvimento Econômico e Infraestrutura. Saúde, por exemplo, informou ao controlador que já organizou calendários de ações e fluxos de pagamento para todo o ano de 2019; Agricultura dedicou-se a organizar o setor de convênios.

    O governo atende agora ao conjunto de normas do instituto internacional de auditorias e às diretrizes do Tribunal de Contas do Estado. “Cada órgão ou entidade pode regulamentar seus fluxos de pagamentos”, explicou Francisco Neto.

    O governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, enviará para apreciação da Assembleia Legislativa o Programa Rondoniense de Integridade. Trata-se de lei com 29 artigos. Cada secretaria obedecerá sete pilares abrangentes à gestão de risco e responsabilidade de cada um no controle interno.

    *COSO é a sigla de Gerenciamento de Riscos Corporativos – Estrutura Integrada. Trata-se da entidade sem fins lucrativos denominada The Comitee of Sponsoring Organizations, que visa à melhoria dos relatórios financeiros através da ética, efetividade dos controles internos e governança corporativa.

     

    Fonte - Assessoria

     
     
     
     
     
    Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
    Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08