Portaljipa
  •  
  •  
  •  

Enchente do Madeira já atinge bairros na capital

Geral

POR Paulo Portaljipa EM 22/02/2018 ÀS 17:00:56

Enchente do Madeira já atinge bairros na capital

Durante todo o dia de ontem as equipes de resgate da Defesa Civil de Porto Velho realizaram o trabalho de remanejamento de três famílias na zona urbana de Porto Velho. As moradoras Ana Paula Almeida e Lucilene da Silva, que moram na avenida Farqhuar, no bairro Nacional, contam que já começam a enfrentar dificuldades para locomoção porque a água já invade a frente das duas casas.

Lucilene mora com o marido e um filho e precisou improvisar uma escada de madeira como rampa de acesso para entrar em casa. “Estamos apreensivos porque a água começou a subir muito rápido. Espero que o rio baixe porque não tenho para onde ir”, disse. Já Ana Paula, que mora em uma casa nos fundos, disse que para chegar em casa precisa ir por dentro da água. Ela revela que tem medo de animais peçonhentos. “Minha casa, como é muito isolada e baixa, ontem, quando estava chegando, me assustei com uma cobra que estava bem na minha porta. Tenho muito medo, mas não tenho outro lugar para ir. Pagar aluguel não posso, vou esperar a água aumentar para ver o que faço”, disse.

Ainda no bairro Nacional, a casa da moradora Mônica Lopes, 43, localizada na rua Madrizela, está quase tomada pela água. Ela mora com oito pessoas na casa e teme pela segurança. “Estamos com medo, principalmente por causa das crianças, mas como não temos para onde ir vamos permanecer aqui mais alguns dias”, argumentou.

Já a situação no bairro São Sebastião II é crítica porque os moradores que residem na rua João Estrela estão completamente ilhados. Ao todo são cinco famílias com as casas inundadas e que precisam ser remanejados com urgência. O nível do rio Madeira oscilou na tarde de ontem entre 16,04m e 16,12m, por conta do fenômeno La Niña, proveniente das bacias dos rios bolivianos Beni e Madre de Dios, que tem causado preocupação aos moradores que residem nos bairros mais próximos ao rio.

A Defesa Civil continua realizando o remanejamento das famílias que moram nas áreas de risco. O primeiro atendimento aconteceu na comunidade Maravilha (zona rural), do lado esquerdo do rio Madeira, no dia 11. Outras oito famílias do bairro São Sebastião trambém foram remanejadas. Os atendimentos continuaram durante o dia de ontem.

Na parte da manhã uma família que residia no bairro Nacional (zona Norte) ligou pedindo ajuda, informando que a água já tinha começado a invadir a casa. O resgate continuou na parte da tarde onde mais duas famílias no bairro São Sebastião II também foram remanejadas. Em Porto Velho, dentre as áreas mais afetadas estão os bairros São Sebastião II e Nacional onde os moradores já enfrentam dificuldades para se locomover.

As águas do Madeira já começam a avançar para dentro das casas, causando medo nos ribeirinhos. Mesmo com os perigos de inundação e doenças, muitas famílias ainda permanecem nas residências, atestando não possuir lugar para ficar.

 

Fonte - DIÁRIO DA AMAZÔNIA

 
 
 
 
 
 
Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08
  •  
  •  
  • Portaljipa