• Auto Escola Norte
  • Viva Bela Cosméticos
  • Expojipa2 019
  • Chácara da Sefin
  • Dr. Flavio Carlos Otorrinolaringologia
  • Universidade Unopar Polo Ji-Paraná
  • Materjipa Materiais para Construção
  • Odonto Malini
  • Consumidores protestam contra aumento na conta de energia e fecham avenidas, em RO

    Geral
    3 minutos de leitura

    Paulo Portaljipa EM 15/02/2019 ÀS 20:37:01

     Consumidores protestam contra aumento na conta de energia e fecham avenidas, em RO

    Centenas de manifestantes fizeram um protesto, no fim da tarde desta sexta-feira (15), contra o aumento na conta de energia elétrica. No fim de dezembro de 2018, a Energisa, que comprou a Ceron, anunciou reajuste tarifário de 24,75% para residências e de 27,12% para o consumidor que usa alta tensão.

    Em Porto Velho, o manifesto começou na frente do prédio da Eletrobras Rondônia (Ceron). O grupo fechou a Avenida Sete de Setembro e afirmou que o reajuste é "injusto e imoral". O tráfego de veículos na região ficou paralisado.

    Um dos consumidores que foi para a avenida protestar é o agricultor Joel da Costa. Ele mora na Linha C-01 e diz que está sendo "ofendido" com esse reajuste.

    "Eu pagava R$ 32 no ano passado e agora a conta veio mais de R$ 2 mil. O valor justo era o que vinha no meu histórico antes desse reajuste", afirma.

    Nesta sexta-feira, a Energisa divulgou nota afirmando que "apenas nesta fatura está contabilizado o consumo referente ao período em que a liminar esteve em vigor". teve conta aumentada de menos de R$ 50 para mais de R$ 2 mil — Foto: Toni Francis/G1

    Alguns manifestantes usam cartazes e são acompanhados por deputados federais. Os consumidores também fizeram caminhada pela 7 de Setembro em Porto Velho. O protesto foi pacífico e a Polícia Militar (PM) não acompanhou o grupo.

    "Precisamos mostrar nossa indignação. A população se uniu com empresários, setor produtivo e demais entidades para tentar resolver isso", diz Gabriel Tomasete.

    O que provocou o aumento?

    Segundo divulgou a Energisa no fim do ano, o aumento é resultado do gasto com a geração de energia e com o pagamento de dívidas acumuladas com a compra de energia nos últimos dois anos.

    Depois de anunciar o reajuste, a Justiça Estadual e Federal em Rondônia barraram a cobrança direta ao consumidor, mas a Energisa conseguiu obter uma liminar favorável da 1ª Vara Federal (TRF-1)e, desde meados de janeiro, o reajuste passou a vir na conta do consumidor do estado.

    Quanto foi o aumento?

    • Clientes da baixa tensão (residencial e comercial), a correção será de 24,75%
    • Já os de alta tensão, 27,12%
    • Ao todo, 641 mil unidades consumidoras dependem da Ceron, em todos os 52 municípios do Estado.

    Leia na íntegra a nota da Energisa sobre o reajuste nas contas dos consumidores:

    Em cumprimento à decisão do Tribunal Regional Federal da Primeira Região (TRF1) que suspendeu a liminar que impedia o reajuste na tarifa de energia em todo o estado de Rondônia, a Ceron informa que, a partir de 16 de janeiro, os clientes estão recebendo a fatura de energia elétrica com o reajuste calculado e divulgado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), em 13 de dezembro de 2018.

    Apenas nesta fatura está contabilizado o consumo referente ao período em que a liminar esteve em vigor – de 21 de dezembro/18 a 16 de janeiro/19. Para cerca de metade dos clientes, esse valor não ultrapassa R$ 25. A decisão da justiça federal preserva e respeita a legislação vigente do setor elétrico e está sendo cumprida conforme determinado pela Aneel.

    A Ceron informa ainda que, em 2019, vai investir R$ 470 milhões em melhorias da rede de distribuição, reiterando o seu compromisso com a população de Rondônia de oferecer energia segura e de qualidade, contribuindo para o conforto dos seus clientes e com o desenvolvimento econômico da região.

     

    Fonte - G1/]RO

     
     
     
     
     
    Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
    Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08