• Universidade Unopar Polo Ji-Paraná
  • Expojipa2 019
  • Odonto Malini
  • Viva Bela Cosméticos
  • Dr. Flavio Carlos Otorrinolaringologia
  • Chácara da Sefin
  • Auto Escola Norte
  • Materjipa Materiais para Construção
  • Ji-Paraná diz que recurso do Genus é ato de desespero

    O Genus entrou com recurso contra o Ji-Paraná alegando que no jogo do dia 28 de maio um dos jogadores do Galo era irregular. Mas, a direção do Azul Celeste afirma que n&...

    Esporte
    3 minutos de leitura

    Paulo Portaljipa EM 16/06/2016 ÀS 11:45:21

    Ji-Paraná diz que recurso do Genus é ato de desespero

    O Genus entrou com recurso contra o Ji-Paraná alegando que no jogo do dia 28 de maio um dos jogadores do Galo era irregular. Mas, a direção do Azul Celeste afirma que não há irregularidades com o atleta em questão e a atitude do Genus foi um desespero para tentar voltar ao campeonato. A partida de decisão do returno está suspensa, mas o técnico não reclamou, pois o time terá mais tempo para se preparar.

    O time jogaria contra o Rondoniense na quinta-feira, 16, mas o jogo só acontece depois da decisão da decisão Tribunal de Justiça Desportiva de Rondônia, TJD-RO. O diretor do clube, Eder Marques, afirma que, ao contrario do que alegou o Genus, estava tudo dentro dos conformes com o atleta, Junior Cabeça.

    - A diretoria ficou surpresa com este recurso. Só 15 dias depois do jogo que chegou este pedido, o que para nós é uma irresponsabilidade da diretoria do clube do Genus. Ele está regular. Nós não colocaríamos um jogador irregular aos 45 minutos do segundo tempo do Campeonato Rondoniense - afirma o Eder.

    Eder explica que o contrato do Junior Cabeça venceu no dia 25 de maio, mas no dia 26, este contrato foi prorrogado, mas a publicação só aconteceu no dia 31 de maio. O diretor ainda explica que o jogador poderia entrar no BID dentro de 15 dias. Para o diretor, a ação do clube da capital é um ato de desespero.

    - Já tivemos caso como este com o Guajará. Ele entrou em recurso e não deu nada. O Genus está em um desespero, pois ele perdeu jogando bola, não foi pro Ji-Paraná ou pro Guajará, pois ele precisava só empatar e não conseguiu. Não acho que isto vá para frente.

    De acordo com o técnico Tiago Batizoco, a mudança do dia do jogo não deve influenciar na atuação do Ji-Paraná em campo, e espera que a situação seja solucionada o mais rápido possível.

    - Nós conseguimos o objetivo de chegar à final do campeonato. Infelizmente chegou esta notícia agora, mas vamos deixar nas mãos de quem é responsável para julgar o caso, visando a grande final do segundo turno.

    Para o técnico, as metas traçadas para o segundo turno do Rondoniense foram alcançadas e a mudança do dia do próximo, que aconteceria na próxima quinta-feira, 16, no Biancão, não influencia negativamente no futebol do Galo. Na verdade, pode até trazer benefícios ao time, pois terão mais tempo para treino.

    - Mudar a data não vai no prejudicar em nada, por outro lado pode até nos favorecer, já que teremos mais tempo para treinar e preparar a equipe para a final. Agora é só aguardar e continuar fazendo nossos trabalhos.

     

    Fonte - globoesporte.globo.com/

    Fotográfo - Divulgação

     
     
     
     
     
    Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
    Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08