• Viva Bela Cosméticos
  • Materjipa Materiais para Construção
  • Auto Escola Norte
  • Chácara da Sefin
  • Odonto Malini
  • Expojipa2 019
  • Universidade Unopar Polo Ji-Paraná
  • Dr. Flavio Carlos Otorrinolaringologia
  • PIB cai 3,6% em 2016 e confirma pior crise da história

    Economia brasileira piora no 4º tri e tem maior recessão da história O PIB brasileiro em 2016 surpreendeu. Negativamente, para variar. O mercado esperava uma queda de 3,5%, mas o...

    Economia
    2 minutos de leitura

    Paulo Portaljipa EM 07/03/2017 ÀS 16:54:26

    PIB cai 3,6% em 2016 e confirma pior crise da história

    Economia brasileira piora no 4º tri e tem maior recessão da história


    O PIB brasileiro em 2016 surpreendeu.


    Negativamente, para variar.


    O mercado esperava uma queda de 3,5%, mas o IBGE divulgou nesta terça-feira um recuo de 3,6%, oficializando dois anos consecutivos de retração. Em 2015, o recuo foi de 3,77%.


    Observe o gráfico 1.


    Gráfico 1.
    Variação anual do PIB (%).

    Fonte: Bacen/Agrifatto


    A economia brasileira acumulou 11 trimestres seguidos de PIB em contração, um recorde. É também a maior recessão já registrada na história brasileira e a primeira vez em que a contração se estende por dois anos seguidos, como mostra o gráfico 1.


    Como acumulamos 7,2% de queda entre 2015 e 2016, o PIB encerrou o ano passado no mesmo nível do terceiro trimestre de 2010, o que representa a anulação dos ganhos ocorridos entre 2011 e 2014, que haviam sido positivos. Em outras palavras, em dois anos de crise real agudíssima, destruímos quatro de crescimento artificial.


    Além de termos voltado à estaca zero do crescimento vivenciado entre 2011 e 2014, acumulamos uma dívida pública acima de R$ 3 TRIlhões.


    Não à toa, o apoio público e político de Dilma Rousseff foi para as cucuias e uma revolução política teve início. Historicamente, quando há crise econômica persistente, há troca abrupta de governo.


    Dentro deste contexto, o setor agropecuário se desataca dentre os que mais recuaram no período.


    Gráfico 2.
    Desempenho do PIB por setor em 2016.

    Fonte: IBGE/Agrifatto


    Mesmo assim (e não à toa), o setor sustentou o maior superávit da história da balança comercial brasileira.


    Gráfico 3.
    Desempenho do PIB por tipo de demanda em 2016.

    Fonte: IBGE/Agrifatto


    O que espanta é que mesmo com uma queda acima de 10% para os investimentos e 4% para o consumo das famílias, o governo praticamente não tenha mudado nada em seu perfil de consumo.


    Como sempre, quem paga a conta somos nós e a “nova matriz econômica” definitivamente conseguiu entrar para a história.


    A notícia boa é que a partir de agora, iniciamos nossa recuperação, que ainda deve ser tímida e lenta em 2017, mas o fundo do poço parece ter ficado para trás.

     

    Fonte - IBGE/Agrifatto

    Fotográfo - Divulgação

     
     
     
     
     
    Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
    Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08