• Reveillon do Vera
  • Materjipa Materiais para Construção
  • Chácara da Sefin
  • Faculdade UNIJIPA
  • Universidade Unopar Polo Ji-Paraná
  • Viva Bela Cosméticos
  •  INSIDE
  • Guedes anuncia 17 privatizações: vão entrar na faca

    Economia
    2 minutos de leitura

    Paulo Portaljipa EM 21/08/2019 ÀS 13:59:42

    Guedes anuncia 17 privatizações: vão entrar na faca

    O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou na noite desta terça-feira (20) que o governo deve anunciar hoje, quarta-feira, 21, a privatização de 17 empresas. 'E nós achamos que vamos surpreender. Tem gente grande aí que acha que não será privatizado e vai entrar na faca', disse o ministro, que afirmou em seguida que 'ano que vem tem mais'.

    'Nós vamos seguir (com as privatizações), é um tempo bom, vai dando certo. Achamos que quatro anos é um tempo bom, faltam três anos e meio, dá tempo ainda', disse o ministro. 'Essa fusão da Embraer com a Boeing é um negócio extraordinário. Se conseguirmos fazer mais duas ou três grandes fusões de grandes empresas brasileiras', disse.

    Conversa com o Senado

    Guedes disse ainda ter saído positivamente surpreso de conversa que teve mais cedo com lideranças do Senado em relação a prazos para a reforma tributária e para a proposta de pacto federativo.

    O ministro contou que chegou para a reunião com uma previsão de que a reforma tributária levasse de cinco a seis meses para ser votada e que o pacto levaria de oito meses a um ano. No entanto, os senadores lhe disseram esperar concluir tudo em dois a três meses. 'Eu saí de lá assobiando', afirmou o ministro. 'Foi uma conversa extraordinariamente positiva.'

    O ministro, que participou de evento de premiação de empresas em São Paulo, quis compartilhar com os presentes um pouco do que tem sido sua experiência em Brasília. Segundo ele, a capital federal tem'muito ruído', porque 'dá emoção', mas ressaltou que os sinais são muito bons. 'O que vejo em Brasília é muito diferente do barulho, não é isso o que está acontecendo', disse.

    Guedes disse que tem visto os parlamentares com vontade política para realizar mudanças. 'Estamos contrariando a expectativa de que seria um governo sem sustentação parlamentar', afirmou o ministro, em referência ao andamento da agenda econômica no Congresso, sem deixar de dar o mérito para o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

     

    Fonte - Das Agências

     
     
     
     
     
    Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
    Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08