• Expojipa2 019
  • Universidade Unopar Polo Ji-Paraná
  • Chácara da Sefin
  • Auto Escola Norte
  • Odonto Malini
  • Materjipa Materiais para Construção
  • Dr. Flavio Carlos Otorrinolaringologia
  • Viva Bela Cosméticos
  • Governo obtém R$8 bi com leilão de áreas de petróleo dominado por Petrobras e Exxon

    Economia
    3 minutos de leitura

    Paulo Portaljipa EM 29/03/2018 ÀS 15:43:17

    Governo obtém R$8 bi com leilão de áreas de petróleo dominado por Petrobras e Exxon

    RIO DE JANEIRO - O Brasil realizou nesta quinta-feira o maior leilão de sua história sob regime de concessão, ao negociar 22 blocos marítimos com uma participação agressiva de consórcios integrados por Petrobras e Exxon Mobil , que responderam por grande parte dos 8 bilhões de reais arrecadados, superando em muito expectativas do próprio governo.

    O leilão, que ofertou ao todo 47 áreas no mar, também marcou o retorno da norte-americana Chevron na busca de um novo cardápio exploratório, já que a empresa não obtinha novas concessões em leilões no país desde 2013.

    Outras petroleiras gigantes que já atuantes no Brasil confirmaram interesse em continuar crescendo no país, como Shell , Statoil , BP , com lances competitivos e em declarações de executivos ao fim do leilão.

    Os lances mais valiosos do certame de áreas marítimas foram concentrados na Bacia de Campos, tradicionalmente a mais importante do Brasil, mas que tem enfrentado declínio nos últimos anos devido a grande quantidade de áreas já no fim de suas vidas. O governo leiloou também blocos nas bacias Potiguar, Santos, Ceará e Sergipe-Alagoas.

    Com o sucesso da licitação, o governo federal revisou para mais de 12 bilhões de reais sua expectativa para arrecadação de bônus com os leilões de petróleo deste ano, recursos esses que devem ajudar a União a ter um déficit menor em suas contas.

    Antes do leilão desta quinta-feira, a expectativa do governo era arrecadar um total de 6,9 bilhões de reais em bônus de assinatura neste ano, incluindo as rodadas de blocos marítimos e terrestres sob regime de concessão desta quinta-feira e a rodada do pré-sal sob regime de partilha, em junho.

    “Foi um sucesso retumbante e esse já é o maior leilão da história de leilões (de concessões) no Brasil”, disse o secretário de Petróleo, Gás Natural e Combustíveis Renováveis, do Ministério de Minas e Energia, Márcio Félix, ao comentar a nova previsão de arrecadação após o evento.

    DESTAQUE

    No maior lance da 15ª Rodada de Licitações desta quinta-feira, um consórcio formado pela norte-americana Exxon, a Petrobras e a QPI, do Catar, arrematou o bloco C-M-789 pagando bônus de aproximadamente 2,8 bilhões de reais. O grupo tem a Exxon como operadora, segundo a ANP.

    Já um outro consórcio, com a Petrobras como operadora, a norueguesa Statoil e a Exxon Mobil, arrematou o bloco C-M-657, com um bônus de 2,128 bilhões de reais.

    A Petrobras também arrematou como operadora, junto com Statoil e Exxon, o bloco C-M-709, por 1,5 bilhão de reais.

    A estatal brasileira ainda integrou um consórcio, operado pela Exxon e com presença também da QPI, que levou o bloco C-M-753, por 330 milhões de reais.

     

    Fonte - Reuters

     
     
     
     
     
    Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
    Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08