• Supermercado Irmãos Gonçalves
  • Morena Bonita Salão de Beleza
  • Instituto de Olhos Caius Prieto Ji-Parana
  • Nova Car
  • Grelhados Amburgueria
  • Materjipa Materiais para Construção
  • Governo de Rondonia
  • AABB-JIPA - Associação Atlética Banco do Brasil
  • GIRO RAPIDO LAVA JATO
  • Viva Bela Cosméticos
  • EUA retiram Brasil da lista de países em desenvolvimento; medida pode restringir benefícios comerciais

    Economia
    1 minutos de leitura

    Paulo Portaljipa EM 12/02/2020 ÀS 12:46:02

    EUA retiram Brasil da lista de países em desenvolvimento; medida pode restringir benefícios comerciais

    Medida pode restringir benefícios comerciais e abrir margem para que governo americano imponha barreiras contra produtos brasileiros. Outros 18 países são afetados, entre eles, Argentina, Índia e África do Sul.

    O Departamento de Comércio dos EUA anunciou nesta segunda-feira (10/02) uma nota informando ter retirado o Brasil da lista de países considerados em desenvolvimento. A medida pode restringir benefícios comerciais dados aos países que constam da lista.

    Além do Brasil, mais 18 países foram afetados, entre eles, Argentina, Índia, África do Sul e Colômbia, segundo nota do governo americano. Eles deixarão de receber tratamento diferenciado, como prazos mais longos para implementação de acordos comerciais e vantagens tarifárias.

    A determinação abre margem para que os EUA imponham retaliações a produtos de países antes protegidos pelo status de nação em desenvolvimento, caso seja comprovado que essas nações subsidiam produtos acima de um determinado limite.

    O principal objetivo do governo dos EUA, segundo a nota, é reduzir o número dos países em desenvolvimento que poderiam receber tratamento especial sem serem afetados por barreiras contra seus produtos.

    O texto informa que a decisão considera 'fatores econômicos, comerciais e outros, incluindo o nível de desenvolvimento econômico [...] e a participação de um país no comércio mundial'. O Departamento de Comércio frisou também que a medida foi motivada por pedidos de adesão à Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

    Durante a visita de Jair Bolsonaro a Washington em março passado, o presidente brasileiro aceitou abrir mão de status de país em desenvolvimento na Organização Mundial do Comércio (OMC) em troca do apoio dos EUA à entrada do Brasil na OCDE.

    Além disso, também levou em conta o fato de um país ser membro do G20, grupo composto pelo Brasil e mais 18 nações, além da União Europeia (UE) . 'Dada a importância econômica global do G20 e o peso econômico coletivo [...], ser membro do G20 indica que um país é desenvolvido', diz o texto da decisão.

    MD/ots

    ______________

     

    Fonte - Das Agencias

     
     
     
     
     
    Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
    Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08