• Odontologia Drº  Thiago Ribeiro
  • Supermercado Irmãos Gonçalves
  • Viva Bela Cosméticos
  • Mercadão dos Óculos
  • Q FOME
  • AABB-JIPA - Associação Atlética Banco do Brasil
  • Instituto de Olhos Caius Prieto Ji-Parana
  • CASA DE ALTO PADRÃO A VENDA EM JI-PARANÁ
  • Materjipa Materiais para Construção
  • 4 mudanças que já estão valendo para o MEI em 2020

    Economia
    4 minutos de leitura

    Paulo Portaljipa EM 13/01/2020 ÀS 12:51:19

    4 mudanças que já estão valendo para o MEI em 2020

    Se você é Microempreendedor Individual ou está cogitando a possibilidade de aderir a essa modalidade empresarial neste ano, então você não pode deixar de ler este artigo.

    Nas próximas linhas, vamos falar sobre as principais mudanças previstas para o MEI 2020 e listaremos algumas dicas essenciais para quem é ou deseja ser um Microempreendedor Individual e começar a enfrentar os desafios do empreendedorismo.

    Continue a leitura e fique por dentro de todas as novidades para essa modalidade no próximo ano.

    São elas:

    1 – Cadastro no eSocial

    A partir de 2020, todo Microempreendedor Individual que tenha um funcionário contratado deverá inserir no sistema do eSocial todos os dados pessoais do colaborador, bem como aqueles relacionados a exames admissionais, periódicos e demissionais.

    O envio da folha de pagamento do funcionário também passa a ser obrigatório a partir do dia 8 de janeiro de 2020. Feito isso, o sistema auxiliará o MEI nos cálculos da contribuição previdenciária, FGTS e qualquer outro encargo que deverá ser recolhido.

    2 – Mudança na nomenclatura

    Algumas atividades não chegaram a ser excluídas do regime MEI, mas tiveram a sua nomenclatura alterada, conforme os exemplos abaixo


    Se a sua atividade apenas teve a nomenclatura alterada, basta fazer a atualização cadastral no Portal do Empreendedor através da opção “Alterar Dados”. Você tem até o dia 31 de dezembro para fazer caso queira evitar o desenquadramento automático.


    3 – Contribuição mensal

    Devido ao reajuste do salário mínimo em 2020 para R$ 1.039, os valores da contribuição mensal paga pelos Microempreendedores Individuais também foi alterada.

    Os valores desse documento de arrecadação são atualizados anualmente, juntamente com o salário mínimo e variam de acordo com a atividade comercial.

    Cálculo do DAS-MEI

    O cálculo é realizado aplicando 5% do salário mínimo, adicionando R$ 1 de ICMS – Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços e R$ 5 de ISS – Imposto sobre Serviços. A empresa deve analisar se a atividade exercida tem incidência dos impostos. Assim, os valores ficam da seguinte forma:

    R$ 51,95

    • Atividades predominantes de Locação de bens próprios, não incide ISS ou ICMS

    R$ 52,95

    • Atividades de produção ou revenda de mercadorias, com incidência do ICMS

    R$ 56,95

    • Atividades de prestação de serviços, exceto locação de bens próprios, incidência do ISS

    R$ 57,95

    • Atividades mistas onde o microempreendedor realiza a venda de produtos e prestação de serviços, com incidência de ICMS e ISS

    Estes valores entram em vigor a partir de janeiro/2020. Lembrando que a contribuição de janeiro de 2020 tem vencimento em 20/02/2020.

    4 – Declaração Anual de Faturamento – (DASN-SIMEI)

    Todo ano, até o dia 31 de maio, o Microempreendedor Individual deve enviar a sua Declaração de Faturamento referente aos ganhos do ano anterior. Em 2020, a receita auferida com a prestação de serviços também deverá constar na DASN-SIMEI e não apenas a receita relacionada às atividades de comércio.

    3 dicas de sucesso para o MEI 2020

    1 – Regularize sua situação

    Se você possui contribuições atrasadas e não fez a sua declaração de faturamento dentro do prazo estabelecido, procure regularizar o sua situação o quanto antes. Assim, você poderá emitir notas fiscais, ter acesso a créditos especiais e fazer o seu negócio crescer.

    2 – Divulgue a sua marca

    Em 2020, que tal dar início a um planejamento de marketing digital para divulgar os seus produtos e serviços? Utilizar a internet para promover a sua marca é uma opção relativamente barata e com grande potencial de retorno.

    Você utilizar as redes sociais e produzir conteúdo relevante para o seu público-alvo, a fim de atrair novos negócios.

    3 – Separe suas contas pessoais e empresariais

    Misturar as despesas pessoas com as despesas da empresa é um erro que você não vai cometer em 2020, ok?

    Evite recorrer ao caixa da empresa para bancar custos pessoais e vice-versa. Caso contrário, você colocará em risco a saúde financeira do seu negócio e não conseguirá fazer ele crescer.

    Essas foram as principais mudanças e dicas para MEI 2020. Fique atento a essas novas regras e coloque e prática as nossas dicas para que o seu negócio possa se desenvolver e gerar excelentes resultados.

    DICA EXTRA: MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio

    Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar. Já imaginou economizar de R$ 50 a R$ 300 todos os meses com contador e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta. E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana.

    Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática. Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio. Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!


     

    Fonte - Sebrae

     
     
     
     
     
    Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
    Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08