Portaljipa
  •  
  •  
  •  

China constrói maior radiotelescópio do mundo para detectar vida extraterrestre

As obras, que começaram em junho de 2011, devem terminar em setembro do ano que vem, a um custo estimado de US$ 110 milhões (R$ 420 milhões). Reprodução/Youtube...

Ciencias

POR Paulo Portaljipa EM 15/10/2015 ÀS 17:20:37

China constrói maior radiotelescópio do mundo para detectar vida extraterrestre



As obras, que começaram em junho de 2011, devem terminar em setembro do ano que vem, a um custo estimado de US$ 110 milhões (R$ 420 milhões).


Disco terá 500 m de diâmetro; estrutura tirará proveito de cavidade natural para posicionar antena em ângulo de 40 grausReprodução/Youtube
Disco terá 500 m de diâmetro; estrutura tirará proveito de cavidade natural para posicionar antena em ângulo de 40 graus

O Radiotelescópio Esférico de 500 metros de Abertura (ou FAST, na sigla em inglês) terá 4,6 mil painéis triangulares e será semelhante ao Observatório Arecebibo, em Porto Rico, pois usará uma cavidade natural (conhecida como "karst") para dar suporte ao disco do telescópio.


Atualmente, o Observatório Arcebibo é atualmente o maior do mundo, com 305 metros de diâmetro.


Como o nome sugere, a estrutura terá um diâmetro de 500 metros.


A China espera que a alta precisão do radiotelescópio permita aos astrônomos estudar a Via Láctea e outras galáxias, além de detectar estrelas a milhões de distância da Terra.


Espera-se também que a estrutura funcione como uma poderosa estação terrestre para missões espaciais.


Estrutura tira proveito de cavidade natural para colocar antena em ângulo de 40 grausReprodução
Estrutura tira proveito de cavidade natural para colocar antena em ângulo de 40 graus



Vida extraterrestre


A maior expectativa, no entanto, é de que o radiotelescópio potencialize as buscas por vida extraterrestre.


Em julho deste ano, a Nasa, agência espacial americana, anunciou a descoberta do Kepler 452-B, um planeta com características semelhantes às da Terra e cuja proximidade com o Sol é ideal para apoiar uma atmosfera e água no estado líquido.


Segundo especialistas, porém, ainda não é possível detectar sinais de rádio, ou potenciais indícios de vida extraterrestre, com a infraestrutura disponível atualmente.


Eles acreditam, contudo, que o cenário se modifique com o início das operações do FAST – cuja área ocupa o equivalente a 30 campos de futebol.




Estrutura



O radiotelescópio vai usar uma superfície ativa que se ajusta para criar parábolas em diferentes direções, com um disco de 300 metros de diâmetro.


Isso significa que a estrutura não vai apontar diretamente para cima, mas permitirá observar o céu a um ângulo de 40 graus.


A depressão Karst, onde o radiotelescópio está sendo construído, é grande o suficiente para acomodar a estrutura de 500 metros de diâmetro e permitir que ela seja posicionada a um ângulo de 40 graus.


Segundo os responsáveis pela construção, o refletor principal irá corrigir o desvio esférico do chão sem sistemas de alimentação complexos.



























 

Fonte - Assessoria

Fotográfo - Divulgação

 
 
 
 
 
 
Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08
  •  
  •  
  • Portaljipa