• Universidade Unopar Polo Ji-Paraná
  • Auto Escola Norte
  • Materjipa Materiais para Construção
  • Chácara da Sefin
  • Viva Bela Cosméticos
  • Dr. Flavio Carlos Otorrinolaringologia
  • Odonto Malini
  • Servidores do INSS de Rondônia aderem à greve nacional da categoria

    Servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) de Rondônia entraram em greve por tempo indeterminado, a partir desta segunda-feira (20). O grupo aderiu à greve nacional, in...

    Agronegócios
    2 minutos de leitura

    Paulo Portaljipa EM 20/07/2015 ÀS 18:25:34

    Servidores do INSS de Rondônia aderem à greve nacional da categoria

    Servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) de Rondônia entraram em greve por tempo indeterminado, a partir desta segunda-feira (20). O grupo aderiu à greve nacional, iniciada em 7 de julho. Entre as reivindicações da categoria estão a reposição salarial de 27,3% com base na inflação dos últimos quatro anos, data-base para 1º de maio e melhores condições de trabalho. 


    "Às vezes, os sistemas da previdência simplesmente não funcionam. As pessoas pensam que nós deixamos de atendê-los, mas na verdade o sistema caiu. Temos que comprar até papel higiênico", argumenta o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Públicos Federais em Saúde e Previdência de Rondônia (Sindisprev-RO), Sandoval Lopes.


    Das 19 agências do estado, 10 estão fechadas e cerca de 70% dos servidores paralisaram as atividades. Em Porto Velho, estão sendo realizados apenas perícias médicas agendadas e recepção de documentos cujos processos já foram iniciados. Três servidores foram designados exclusivamente para prestar esclarecimentos aos usuários que procurarem os serviços da agência da capital.


    Servidores do INSS estão de greve por tempo indeterminado (Foto: Ísis Capistrano/ G1)

    Servidores do INSS estão de greve por tempo
    indeterminado (Foto: Ísis Capistrano/ G1)

    A paralisação não agradou alguns que foram ao INSS nesta manhã. O soldador Roberto Lima não sabia da greve e viajou quase 100 quilôemtros de Jacy-Paraná a Porto Velho. "Perdi um dia de serviço e dinheiro para chegar aqui e voltar. Eu só queria um papel de CNIS", reclama.


    "Eu só queria saber o porquê dessa greve. Pelo menos consegui fazer a perícia, mas e o resto?", reclamou também a pescadora Josefa Vieira.


    No total, o país tem 1.605 agências do INSS. Segundo Sandoval, faltam apenas os estados do Amazonas e Roraima aderirem ao movimento grevista. De acordo com o Ministério do Planejamento, a população pode se informar sobre as agências que estão atendendo pela Central de Atendimento, no telefone 135. Quem perdeu um atendimento agendado em virtude da greve, deve remarcá-lo.

     

    Fonte - G1/RO

    Fotográfo - Divulgação

     
     
     
     
     
    Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
    Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08