Ouro Preto: Detentos cortam tornozeleiras e não retornam do indulto de Natal

Os foragidos cortaram a tornozeleira. Eles respondem pelo crime de homicídio, tráfico e furto. Três dos 58 apenados do regime semiaberto que deixaram a Casa de Detenç&a...

Agronegócios
2 minutos de leitura

Paulo Portaljipa EM 07/01/2017 ÀS 17:41:22

Ouro Preto: Detentos cortam tornozeleiras e não retornam do indulto de Natal

Os foragidos cortaram a tornozeleira. Eles respondem pelo crime de homicídio, tráfico e furto.



Três dos 58 apenados do regime semiaberto que deixaram a Casa de Detenção de Ouro Preto do Oeste no dia 24 de dezembro para usufruírem do benefício do indulto de Natal não retornaram. No dia 2 de janeiro, após dez dias da saída, apenas 55 presidiários se apresentaram junto à unidade prisional.






De acordo com Cristiano Felix, diretor de Segurança da Casa de Detenção, os detentos, que agora são considerados foragidos da Justiça, Rubson Honório Mota, 26, Dionatan de Oliveira Dorneles, 24, e Cristiano Reis Vieira, 29, teriam cortado a tornozeleira durante o indulto.

Cristiano explicou que a situação já foi informada ao magistrado responsável pelo sistema prisional e que, caso os foragidos sejam capturados, eles perderão o benefício do regime semiaberto e retornarão para o fechado.

O responsável pelo sistema de monitoramento do presídio, Luiz Vagno, informou que, das três tornozeleiras cortadas, as que estavam monitorando Dionatan e Rubson foram recuperadas. Luiz detalhou que Dionatan, após ter danificado o aparelho, o embrulhou e enviou a seus familiares, e que a utilizada por Rubson foi localizada jogada às margens de uma rua do setor chacareiro, próximo à BR-364.

Quanto ao aparelho que era usado por Cristiano, não foi recuperado, pois, segundo o responsável pelo monitoramento, o foragido provavelmente a teria tirado fora da cobertura do sinal que a monitorava, o que impossibilitou sua localização.

O diretor de Segurança frisou que Dionatan cumpria pena por homicídio, Cristiano responde por tráfico e Rubson pelo crime de furto. Caso alguém os veja, o diretor pede que imediatamente ligue para o 190.




 

Fonte - Assessoria

Fotográfo - Divulgação

 
 
 
 
 
Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08