Obras do governo do estado amenizarão impactos de hidrelétrica em Machadinho do Oeste, prevê pref

O município de Machadinho do Oeste vive a expectativa do início da construção da Usina Hidrelétrica de Tabajara, no rio Machadinho. O pico da obra vai reunir cerca d...

Agronegócios
3 minutos de leitura

Paulo Portaljipa EM 08/08/2015 ÀS 03:00:12

Obras do governo do estado amenizarão impactos de hidrelétrica em Machadinho do Oeste, prevê pref

O município de Machadinho do Oeste vive a expectativa do início da construção da Usina Hidrelétrica de Tabajara, no rio Machadinho. O pico da obra vai reunir cerca de 3.500 mil operários, o que deve alterar completamente o panorama local. Para fazer frente ao impacto social que os moradores enfrentarão, o prefeito Mário Alves, o Marinho da Caerd, conta com as intervenções do governo estadual, que tem diversas frentes de obras.



Machadinho do Oeste

Cidade de Machadinho do Oeste



“Vamos preparar o município para minimizar, da melhor forma possível, os problemas que teremos antes e durante as obras. Mas sabemos que tudo será recompensado posteriormente”, prevê o prefeito.


A usina, que será construída na Cachoeira 2 de Novembro, é uma obra prevista no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do Governo Federal. A hidrelétrica terá potência instalada de 350 megawatts e capacidade para gerar 192 MW de energia elétrica. Ainda não há data prevista para o leilão.


Machadinho do Oeste está localizado a 400 quilômetros de Porto Velho. Tem limites com os municípios de Ariquemes, Cujubim, Vale do Anari, Humaitá (AM), Novo Aripuanã e Colniza, ambos de Mato Grosso.


O prefeito explicou que a ponte do rio Machadinho está em execução através do Departamento de Estradas de Rodagem (DER). As cabeceiras estão prontas e falta apenas a montagem final, que deve ser concluída antes que inicie novamente o período de chuvas.


Entre outras obras, o DER também atua na execução de 20 quilômetros de asfalto. Marinho lembra que há um projeto pronto para a construção do Centro de Esportes e Lazer (Cedel) no município. Os recursos estão assegurados.


Também está adiantado o asfaltamento do trecho entre o distrito de 5º BEC e o município de Ariquemes. “Também recebemos recursos destinados, através de emendas parlamentares, para as obras de tapa-buracos nas ruas. O dinheiro é liberado pelo governo do Estado”, esclareceu o prefeito.


 CRIMINALIDADE


Até pouco tempo, a sede do município era alvo de assaltantes de bancos, que aproveitavam a variedade de limites para escapar da ação policial. A situação está melhor agora, segundo o prefeito. A incidência de pequenos delitos, como furtos, se sobressai. Os roubos a bancos cessaram. Isso porque o 4º Pelotão da Polícia Militar destaca um contingente exclusivo para fiscalizar a região onde estão as duas agências bancárias, casas lotéricas e o banco postal dos Correios.


Prefeito Marinho da Caerd no dia da inauguração do videomonitoramento

Prefeito Marinho da Caerd no dia da inauguração do videomonitoramento



Marinho da Caerd destaca que o sistema de videomonitoramento inaugurado na semana passada pelo governador Confúcio Moura é um reforço substancial na segurança pública e será ainda mais útil quando as obras da hidrelétrica de Tabajara estiverem em andamento. É que nesta fase, a densidade populacional estará elevada.


De acordo com o prefeito, o videomonitoramento vai aumentar a sensação de segurança na população. “Será um fator inibidor aos criminosos, além de favorecer o trabalho das forças policiais”, argumentou.


A taxa de homicídios no município, ainda segundo Marinho da Caerd, caiu nos últimos meses, como também a de outros crimes. Esse resultado está relacionado ao fato de que, antes, a polícia rondoniense tinha que atuar também nas ocorrências do município de Colniza, em Mato Grosso, que está mais próximo de Machadinho. Agora, a polícia mato-grossense cuida de sua área a partir da divisa.


Para Marinho da Caerd, é uma vantagem ter um governador que já foi prefeito, e que entende como funcionam os municípios. “Temos uma parceria excelente com o governo. Confúcio Moura tem sido atencioso na cooperação. Esta é a chave para a manutenção das obras”, atestou Marinho.





Fonte

 

Fonte - Nonato Cruz

Fotográfo - Divulgação

 
 
 
 
 
Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08