• Viva Bela Cosméticos
  • Expojipa2 019
  • Universidade Unopar Polo Ji-Paraná
  • Dr. Flavio Carlos Otorrinolaringologia
  • Materjipa Materiais para Construção
  • Odonto Malini
  • Auto Escola Norte
  • Chácara da Sefin
  • Fórum escolhe comissões que discutirão violência sexual contra crianças e adolescentes em Ji-Pa

    A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), órgão da Secretaria Municipal de Secretaria Municipal de Assis...

    Agronegócios
    3 minutos de leitura

    Paulo Portaljipa EM 29/07/2015 ÀS 16:44:34

    Fórum escolhe comissões que discutirão violência sexual contra crianças e adolescentes em Ji-Pa

    A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), órgão da Secretaria Municipal de Secretaria Municipal de Assistência Social, organizou nesta terça-feira (28) o I Fórum de Debate do Plano Municipal de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes. O evento aconteceu no período da manhã no auditório da sede da Seccional de Ji-Paraná da Ordem dos Advogados do Brasil, no Primeiro Distrito.



    Representando o prefeito Jesualdo Pires (PSB) esteve no local a Secretária Municipal de Assistência Social, Sônia Reigota, que compôs a mesa de honra ao lado das seguintes autoridades: a vereadora Márcia Regina; a juíza titular do Juizado da Infância e da Juventude de Ji-Paraná, Ana Valéria Santiago; o juiz da 3ª Zona Eleitoral de Ji-Paraná, Edewaldo Fantini Júnior; a promotora de justiça Conceição Baena; a defensora pública, Lívia Iglecias; e Romildo Farias, presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA).


    Glécia Ranny Alves, coordenadora do CREAS e do fórum, foi a primeira a usar a palavra, seguida de todos os demais. Ela reiterou a importância deste momento em que serão definidas as comissões que discutirão os eixos propostos pela Secretaria Nacional de Direitos Humanos (SNDH). Estas comissões, por sua vez, terão por missão elaborar até novembro as propostas a serem inseridas no Plano Plurianual de Ji-Paraná. Os eixos indicados pela SNDH são seis: 1) Prevenção; 2) Atenção; 3) Defesa e Responsabilização; 4) Participação e Protagonismo; 5) Comunicação e Mobilização social; e 6) Estudos e Pesquisas. “Precisamos de todos os poderes unidos nesta luta. Temos todos de combater e enfrentar o problema, discuti-lo, orientar e aplicar punições. Temos  também de cuidar da parte orçamentária para fazer as capacitações, os estudos e dar atendimento às vítimas. Por isso, é importante inserir esta questão no PPA de Ji-Paraná”, declarou Glécia à Imprensa, momentos depois.


    Durante sua fala a Secretária Sônia Reigota aproveitou para apresentar todos os integrantes do CREAS, uma equipe formada por um psicólogo, um pedagogo, duas assistentes sociais, um advogado, além da coordenadora Glécia. Ela frisou que o problema da violência sexual contra crianças e adolescentes é, infelizmente, recorrente em Ji-Paraná e que a equipe do CREAS, sendo toda concursada, tem mantido uma constância no trato desta questão, complexa e de difícil solução.


     


    O município de Ji-Paraná é a segunda cidade de Rondônia que mais denuncia e utiliza o Disque 100, número exclusivo para comunicações anônimas de abusos sexuais que atingem crianças e adolescentes. Denúncias também podem ser feitas no Conselho Tutelar (3422-7287),  Delegacias de Polícia (3422-4218 - DDM), Polícia Militar (3416-4701/190); Polícia Federal (3411-2300) ou ainda para a Polícia Rodoviária Federal (3421-0437/191).                               

     

    Fonte - Assessoria

    Fotográfo - Divulgação

     
     
     
     
     
    Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
    Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08