Portaljipa
  •  
  •  

Exportadores sul-americanos de carne visam a Rússia apesar da recessão

Prodexpo, em Moscou, mostra que exportadores de carne sul-americanos resistem ao mau momento da economia russa. Foto: Divulgação/Prodexpo Os produtores de carne do Brasil, Paraguai, Arg...

Agronegócios

POR Paulo Portaljipa EM 11/02/2016 ÀS 11:30:29

Exportadores sul-americanos de carne visam a Rússia apesar da recessão

Prodexpo, em Moscou, mostra que exportadores de carne sul-americanos resistem ao mau momento da economia russa. Foto: Divulgação/Prodexpo


Os produtores de carne do Brasil, Paraguai, Argentina e Uruguai deixaram de lado a perda de mercado na Rússia em um ano de grave recessão com uma destacada presença na feira agroalimentar Prodexpo realizada em Moscou.


Brasil e Paraguai, por um lado, são dois dos principais exportadores de carne à Rússia e embora seuingressos neste mercado tenham caído por conta da crise, os produtores resistem ao mau momento, sobretudo porque boa parte de sua produção concorre em um segmento de preços acessíveis.


À grave recessão sofrida pela Rússia desde há um ano e meio se soma à forte desvalorização do rublo, que perdeu mais da metade de seu valor.


"Há um sério problema com a taxa de câmbio do rublo, que prejudica os exportadores ao obrigar os russos a reduzirem seu consumo de carnes importadas que são pagas em moeda estrangeira", segundo o presidente da Associação Brasileira de Indústrias Exportadoras de Carnes, Antonio Jorge Camardelli.


O Paraguai, um dos produtores mais importantes do mundo, vende mais da metade de todas suas exportações de carne bovina à Rússia, revelou à Agência Efe o presidente da câmara Paraguaia de Carnes, Korni Pauls.


As exportações de carne paraguaia, acrescentou Pauls, caíram no ano passado, "porque os russos, em meio à crise, buscam preços muito baixos, e nós tratamos de resolver o problema com saídas a novos mercados em melhor situação econômica".


Argentina e Uruguai, por outro lado, comercializam algumas das carnes de maior qualidade do mundo, de preço elevado, por isso que a recessão os condenou a uma presença muito reduzida nos restaurantes e supermercados da Rússia, dirigida aos consumidores mais exclusivos.


"A Rússia chegou a ser um mercado muito importante para o Uruguai e agora já não é. Mas acreditamos neste mercado e temos certeza de que nossa carne, que é muito especial, tem espaço para nichos de grande qualidade", disse à Agência Efe a gerente de marketing do Instituto Nacional de Carnes do Uruguai, Silvana Bonsignore.


O Uruguai, que vendia há poucos anos a décima parte de todas suas exportações de carne à Rússia, exporta atualimente apenas 2% a este país.


O mesmo ocorre com a Argentina, que segundo reconheceu à Efe o diretor-geral do Instituto de Promoção da Carne Bovina da Argentina, Carlos Alberto Vuegen, perdeu grande parte de seu mercado na Rússia, até o ponto de apenas três empresas do país austral viajarem para esta edição da Prodexpo.


Cerca de 2 mil companhias de 64 países de todo o mundo participam da Prodexpo 2016, a feira agroalimentar mais importantee da Rússia e todo leste europeu, desdobrada sobre uma superfície de 10 mil metros quadrados.


 

 

Fonte - : Agência EFE

Fotográfo - Divulgação

 
 
 
 
 
 
Portaljipa © Direitos Reservados - Conheça os nossos Termos de uso
Portaljipa - Seu guia virtual! - 27.316.530/0001-08
  •  
  •  
  • Portaljipa